12 de jul de 2008

DANIEL DANTAS E O STF

Daniel Dantas






É intrigante a relação existente entre o picareta Daniel Dantas, conhecido bandido brasileiro, denunciado diversas vezes por vários crimes, e o Ministro Gilmar Mendes, presidente do Supremo Tribunal Federal.
*
Em 24 horas, por duas vezes, depois de decretada a prisão do orelhudo (como Dantas é chamado pelo competente jornalista Mino Carta), o ministro Mendes expede habeas corpus livrando a cara desse sujeito.
*
Ainda, ao ler declarações de gente de sua quadrilha, a de Dantas, dizer que "o problema é a primeira instância do judiciário; no STJ e no STF é moleza!" dá para elocubrar quem estaria envolvido diretamente com o banqueiro Dantas.
E tem ainda a acusação de que ele teria oferecido 1 milhão de dólares a um delegado da Polícia Federal para não indiciar certas pessoas ...
*
Cheira mal essa história. Envolve tanta gente que já ouvi dizerem que se ele abrir o bico, cai a República.
*
A coisa está fedendo tanto, que não vemos na imprensa detalhes da merda. Só dizem que o orelhudo foi preso de maneira muito espalhafatosa. E, ao atrelarem as figuras folclóricas de Naji Nahas e Celso Pitta ao picareta Dantas, embaralham de tal forma as informações que a verdade quase desaparece.
*
Assim como desapareceram da mídia certos atores políticos, como o ogro Heráclito Fortes, o enfant-gatê Arthur Virgílio e o coronel Agripino Maia. Isso para não falar do vampiro-candidato José Serra ou do ex-chefe-da-turma FHC.
*
Será que essa gente tem medo das coisas que o banqueiro-orelhudo-picareta tem a revelar sobre as privatizações do primeiro mandato dos tucanos?
.
.

Nenhum comentário: