30 de dez de 2008

GAZA

foto: EFE
Palestinos carregam cadáver de Lama Hamdan, 4 anos, durante o funeral de Lama e
de sua irmã Haia, de 9 anos, em Beit Hanoun, ao norte da faixa de Gaza.
.
***
.
Por José Saramago.
.
"A sigla ONU, toda a gente o sabe, significa Organização das Nações Unidas, isto é, à luz da realidade, nada ou muito pouco. Que o digam os palestinos de Gaza a quem se lhes estão esgotando os alimentos, ou que se esgotaram já, porque assim o impôs o bloqueio israelita, decidido, pelos vistos, a condenar à fome as 750 mil pessoas ali registadas como refugiados. Nem pão têm já, a farinha acabou, e o azeite, as lentilhas e o açúcar vão pelo mesmo caminho.
.
Desde o dia 9 de Dezembro os camiões da agência das Nações Unidas, carregados de alimentos, aguardam que o exército israelita lhes permita a entrada na faixa de Gaza, uma autorização uma vez mais negada ou que será retardada até ao último desespero e à última exasperação dos palestinos famintos. Nações Unidas? Unidas? Contando com a cumplicidade ou a cobardia internacional, Israel ri-se de recomendações, decisões e protestos, faz o que entende, quando o entende e como o entende.
.
Vai ao ponto de impedir a entrada de livros e instrumentos musicais como se se tratasse de produtos que iriam pôr em risco a segurança de Israel. Se o ridículo matasse não restaria de pé um único político ou um único soldado israelita, esses especialistas em crueldade, esses doutorados em desprezo que olham o mundo do alto da insolência que é a base da sua educação. Compreendemos melhor o deus bíblico quando conhecemos os seus seguidores. Jeová, ou Javé, ou como se lhe chame, é um deus rancoroso e feroz que os israelitas mantêm permanentemente actualizado."
.
.
Nada mais há para se dizer.
Só aguardar por mais um ano.
Por 2009.
E torcer para que o mundo seja melhor!
***

28 de dez de 2008

PRESENTES DE NATAL

***

Véspera de natal e o clima contagiou a Imprensa Comprometida do Brasil.
Cito alguns regalos oferecidos aos leitores da Folha de SP, e à audiência da Globo e da TV Cultura de São Paulo.
Verdadeiras pérolas tiradas do saco de um tucano travestido de Papai Noel.

***

A Folha publicou, dia 24/12, entrevista com o Supremo Presidente do Supremo, Dr Gilmar Dantas, ops, Mendes. Apenas um trecho, para deleite da direita neo liberal:

FOLHA - Que avaliação o sr. faz do caso Satiagraha?

MENDES - Terminou da melhor maneira possível. Tal como eu afirmava desde o início, a posição correta foi a tomada por mim durante o período de recesso do STF, que foi confirmada por um escore expressivo no plenário. Nesta questão, o tema está cabalmente resolvido e superado. Resolvemos bem um tipo de problema que estava se desenvolvendo e poderia dar ensejo a distorções no sistema policial e no judicial, que era a possibilidade de tribunais superiores ficarem jungidos a decisões de juízes, de policiais ou de procuradores. O tribunal fixou com clareza qual deve ser o norte neste tipo de matéria. O tribunal constitucional fixa a interpretação e não se submete a esse tipo de arreganho.

Já ia esquecendo ... uma das jornalistas que entrevistou o homi foi ... Andréa Michael, a mesma moça citada no Satiagraha e que o Dr. Protógenes Queiróz pediu prisão preventiva por envolvimento com Daniel Dantas. Ela teria vendido uma entrevista, elogiando Dantas e sua atuação como empresário.

***

A TV Cultura, de propriedade do estado de São Paulo, governado pelo coroné José Serra (aquele que permitiu o assassinato de Eloá Cristina ao deixar que seu sequestro se arrastasse além do necessário), exibiu entrevista com o Supremo Presidente do Supremo Tribunal Federal, Dr. Gilmar Dantas, ops, Mendes no programa Roda Viva de 15/12. Os entrevistadores eram a nata da Imprensa Comprometida Brasileira, incluindo o risível Reinaldo Azevedo (conhecido no Orkut como Tia Rei ...).
Na semana seguinte, 22/12 foi a vez do delegado da Polícia Federal Dr. Protógenes Queiróz, e ele diz em seu blog que os entrevistadores foram escolhidos exclusivamente pela TV Cultura. Foi um vergonhoso debate desigual em que todos se revelaram no processo, ele disse.

Ainda pior que a qualidade dos entrevistadores, foi a Cultura não exibir o programa para toda a rede, deixando parte dos brasileiros sem direito de assistirem a entrevista. Sem qualquer explicação!

***

Por fim, já passada a festa de Natal, a rede Globo colocou no ar seu famoso Jornal Nacional em 27/12 abrindo com uma reportagem que dava ênfase aos protestos da oposição contra as ações do governo Lula em relação ao Fundo Soberano. Logo a seguir, mostrou os ataques de Israel à faixa de Gaza, elogiando as ações dos israelenses no combate ao terrorismo palestino.
Como disse Luiz Carlos Azenha, teve o dedo do Ali Kamel.Alinhar ao centro

***

É isso. O ano de 2008 vai terminando mas a mídia continua a mesma.
E eu que pensava que Papai Noel traria para a Imprensa Comprometida Brasileira um pouco de bom senso. Vejo que nada mudou. E prevejo pioras para 2009, no campo da informação.

Um exemplo?
Encontrei isto no site do Paulo Henrique Amorim, postado por um leitor do Conversa Afiada.
É o site da Florida Department of State - Division of Corporations, que revela quem são os proprietários da empresa DECIDIR COM, INC. Entre eles, DANTAS RODEMBURG, VERONICA V e ALLENDE SERRA, VERONICA, irmã de Daniel Dantas e filha do coroné José Serra, respectivamente.
Clique para ver!
Na imprensa, nem uma palavra!

Papai Noel deve ter um saco bem grande mesmo ...

***

21 de dez de 2008

A crise vai piorar! By FMI

***


"Estou particularmente preocupado com o fato de que nossa previsão, já muito negativa, vai ser ainda mais negativa se um estímulo fiscal apropriado não for colocado em prática', disse o diretor-gerente do FMI (Fundo Monetário Internacional), Dominique Strauss-Kahn, em uma entrevista à rádio BBC.

Espantosa a declaração do FMI. Merece um Nobel de Economia, não merece, Mister Strauss-Kahn?

É engraçado, não fosse trágico, o organismo mais predador da economia, o Fundo Monetário Internacional, nesta altura do campeonato sair com uma previsão destas. Logo eles, que destruíram redes sociais inteiras em países submissos a suas teses; logo agora, quando todas as escolas neoliberais do mundo se curvam diante da ineficiência da auto regulamentação dos mercados.

A crise, versão 1.929 piorada, é de credibilidade. O banco tem medo e não empresta; o consumidor não compra por falta de crédito e medo do desemprego; o empresário não vende, não investe e não contrata. O medo dos banqueiros aumenta e o crédito é cada vez mais restrito.
Este é o círculo vicioso que o FMI não conseguiu prever. Mas posava de bacana quando esculachava países pobres com suas teorias ultra conservadoras.

Governos de países desenvolvidos - aliás, os causadores da crise - agem de forma unificada e geram, a cada liberação de bufunfa a grupos empresariais falidos, mais déficit público. Estima-se, para 2009, déficit da ordem de 2% do PIB Global ! Reduzem taxas de juros para estimular o crédito e ... a crise continua! É tediosamente óbvio, se a crise é de credibilidade ...

Do outro lado da crise, grupelhos faturam alto nessa ciranda, que mais parece uma suruba financeira. Tediosamente, os mesmos, os amigos dos presidentes e primeiros-ministros dos países ricos. Não parece claro que, ao saber que os EUA derramaram 700 bilhões de verdinhas na economia doméstica, via bancos privados, e essa grana toda não chegou ao consumidor, alguém embolsou uma parte ? Entra dinheiro pelo ladrão e não tem prá quem emprestar ... Isso sem falar nos demais países do G-8 .

Que tédio !

Entretanto, na parte meio-pobre do planeta, mais precisamente, neste país tropical bonito por natureza, os grupos empresariais mais poderosos e a imprensa mais comprometida do globo (desculpem o trocadilho), pedem diminuição de juros e corte nos gastos públicos. Querem reduzir o déficit público brasileiro, desde que não mexam em seus recheados bolsos. Que o governo tire dinheiro dos investimentos sociais !

Ora, melhor irem plantar batatas!

A questão da redução da SELIC é muito delicada e deve ser tratado com o máximo de responsabilidade. Particularmente, este blogueiro concorda que não se mexa na taxa, pelo menos, por enquanto. Mas esta discussão vai longe ...

Quanto ao déficit público, melhor os mauricinhos da FIESP pensarem melhor antes de emitirem suas opiniões partidarizadas e comprometidas. Ser neoliberal não necessariamente quer dizer ser burro, mas um pouco de inteligência ajuda.

Se não é o governo que vai despejar dinheiro na economia agora, quem é que vai?

[ ] As empresas filiadas a FIESP ?
[ ] As Escolas de Samba do grupo especial do Rio de Janeiro ?
[ ] Os capuchinhos do Mosteiro de São Bento ?
[ ] Ivete Sangalo + Caetano Veloso + Regina Duarte ?
[ ] O governo de Lula do PT ?
[ ] Todas as alternativas anteriores.

Marque com um X no meio do quadradinho para a alternativa que você considerar correta.
Vale um doce de coco.

***

17 de dez de 2008

Escola Pública - Como destruí-la!

***
Esta semana, um governador brasileiro sancionará uma lei que vai colocar a escola pública onde ele, o governador, realmente deseja: na sarjeta!
Falo do Estado de São Paulo, o de maior poder econômico da nação, e de seu governador, José Serra, o que tem em seu curriculum a mancha do sangue da jovem Eloá, assassinada pela incompetência de sua policia.

A idéia do tucano é simples (como, aliás, tudo se torna simples nas mãos mágicas neoliberais dessa turma de pseudo-administradores): Os servidores das escolas públicas estaduais receberão bônus salariais de acordo ao desempenho dos alunos!

Isso mesmo.

Se o aluno tira boas notas, o salário aumenta; se as notas forem baixas, nada de melhoria salarial.

Outra dia, uma leitora deste blog fez comentário afirmando que a coisa privada é mais eficiente que a coisa pública. Citar a Cia Vale, é a justificativa mais comum, mas errada (por várias razões, mas não vou comentar isso agora). Este princípio foi martelado durante décadas pela imprensa comprometida do Brasil, buscando benefícios privados para grupos de amigos, mas sempre com dinheiro público por trás.

O que o governo de São Paulo pretende é aplicar os princípios da iniciativa privada no ensino, remunerando pelo desempenho. Mas esquece que o assunto é muito mais sério, e compromete o futuro de, talvez, gerações inteiras que vivam sob a ótica neo-liberal de um grupo conservador da política brasileira.

Nem é preciso ser educador para saber que isso não dará certo. Acadêmicos e lideranças sindicais lançaram sua ira sobre a proposta, agora, lei, que entrará em vigor em breve no estado. Basta raciocinar um pouco, coisa que os tucanos rejeitam quando se trata de dever com o povo.

Ao despejar toda a responsabilidade de sua incompetência administrativa sobre as costas dos professores de escolas estaduais, ele, o governador responsável pela execução sumária da jovem Eloá Cristina, está dizendo à sociedade: Se o ensino está ruim, a culpa é dos professores!

Já disse antes, e repito: Tucano odeia administrar a coisa pública; acha um tédio!

Querer que estes profissionais da educação, que precisam de tempo para preparação de aulas, atualização de matérias, estudos sobre sua pasta, e tantas outra atividades extra curriculares, querer que ainda assim sejam eles os únicos responsáveis pelo bom desempenho de seus alunos é uma piada. De mal gosto!

Num estado como São Paulo, com diferenças culturais, sociais e raciais tão grandes, é muito simplismo não dar as condições necessárias de trabalho aos professores (salário, segurança, acesso, cursos de preparação, etc.) e ainda responsabilizá-los pelo baixo desempenho escolar de suas classes.

Isso irá destruir a escola pública definitivamente; jogá-la na vala comum da incompetência administrativa de um grupo político interessado unicamente em valorizar o que é privado. E tirar proveito disso (como se está provando, com os sucessivos escândalos envolvendo os tucanos, desde quando FHC era Ministro da Fazenda de Itamar Franco. Isso é o que afirma o delegado Protógenes Queiróz, em entrevista ao jornal Caros Amigos, aparentemente, apoiado em provas).

O povo de São Paulo não pode assistir calado a este crime contra nossos jovens.
A insanidade administrativa de José Serra, aquele que tem a mancha do sangue de Eloá, compromete o futuro de muitas crianças.

Algo deve ser feito. Com a máxima urgência, antes que seja tarde!

***

14 de dez de 2008

"AI-5 ? O que é isso ?"

***


Por Índia Kaapor
Do Blog Brasil Mobilizado
.
.
“Nessa tarde, a infantaria da PM teve medo de entrar na Avenida Rio Branco.Os poucos que se aventuraram, esconderam-se logo sob as marquises. A única força a entrar foi a cavalaria, mas os cavalarianos não esconderam o medo”. (“1968 O Ano Que Não Terminou” Zuenir Ventura)
.
É que, do alto dos prédios “chovia” gelo, grampeador, vaso de flor e até uma máquina de escrever.O ano era 1968. Sexta feira, centro da cidade do Rio de Janeiro. A rotina das manifestações estudantis já tinha transformado o cenário das principais ruas e avenidas do centro financeiro e econômico da metrópole. Jovens faziam incursões relâmpago, gritando palavras de ordem e atirando pedras na Embaixada dos Estados Unidos e em instituições como bancos norte americanos e na sede da US AID.
.
Atrás, vinha a PM baixando a porrada. Correrias, gritos, bombas de gás, barulho de vidro quebrando. Todo dia, o dia todo. As pessoas nos escritórios acompanhavam do alto.Nesta sexta, após as ações “rotineiras” de atirar pedras na embaixada norte americana, surgiu uma caminhonete do DOPS jogando gás lacrimogêneo. Os estudantes, entre eles Vladimir Palmeira ( hoje no PT-RJ) saíram correndo e foram surpreendidos pelo fogo cruzado nas esquinas da Rua México e Santa Luzia. Helicóptero e sirenes anunciavam reforços chegando. A ordem era “Atirar para Matar”. Três moças foram baleadas e uma morreu a caminho do hospital.
.
Os espectadores, postados no alto dos prédios de escritório, tomaram partido: primeiro, alguém tentou acertar um PM com pedras de gelo. Foi a senha. Em seguida, objetos mais pesados e contundentes começaram a chover. A partir de então, a cavalaria iria padecer em todos os confrontos com os estudantes, principalmente quando eram jogadas na avenida, do alto dos prédios, rolhas para que os cavalos escorregassem. Zuenir Ventura considera a sexta sangrenta como o momento em que a classe média passou a odiar as autoridades estaduais e federais e o momento em que a população entrou fisicamente no confronto, mostrando que tomara partido ao lado dos estudantes. Ele localiza também nestes 3 dias (19, 20 e 21 de junho, quarta, quinta e sexta) o momento em que Costa e Silva perdeu definitivamente o apoio da opinião pública.Na quarta feira seguinte, o que seria uma passeata de intelectuais e estudantes, transformou-se na, hoje conhecida como, “Passeata dos 100.000” que tomou completamente a Cinelândia e as ruas adjacentes.
.
Muitas outras manifestações se sucederam pelo Brasil afora e o regime endureceu mais ainda.Na manhã da sexta feira 13 de dezembro do mesmo ano de 68, há exatos 40 anos, todos os jornais do Rio e de São Pulo foram apreendidos antes mesmo da circulação.O Jornal do Brasil, do Rio, resolveu informar, de alguma forma, que havia uma censura ferrenha às notícias e, apesar do dia ensolarado e quente, uma previsão meteorológica destacava no alto da primeira página “tempo negro e temperatura sufocante, ar irrespirável, o país está sendo varrido por fortes ventos”.
.
Era uma nova “sexta feira sangrenta” que duraria bem mais tempo e seria responsável por muito mais mortes.Fora decretado o Ato Institucional No.5 que fechava o Congresso, cassava mandatos políticos, suspendia garantias institucionais, prendia políticos artistas e estudantes e, durante 10 anos, censurou 500 filmes, 450 peças de teatro,200 letras de música e 200 livros. Prendeu, torturou e matou qualquer cidadão, que parecesse um subversor ao regime ditatorial.Ainda hoje há setores que estremecem à simples menção de punição aos torturadores, que permanecem impunes, levando vidas tranqüilas como se nada tivessem feito de horrendo.(Recomendo que leiam o livro “Mulheres, Militância e Memória” de Elizabeth F. Xavier Ferreira , editora da Fundação Getulio Vargas ).
.
Hoje, ao escrever este artigo, surpreendi-me com a pergunta da minha sobrinha de 25 anos: “AI-5? O que é isso??”

9 de dez de 2008

IG - O PORTAL SEM CARÁTER

.
.
Reprodução da página do portal iG antes da correção

.
.
Como parte da maracutaia que pretende desqualificar o Presidente da República, o Portal IG Educação se referiu a Luis Inácio Lula da Silva como sendo "o primeiro presidente analfabeto funcional do mundo". Clique aqui para ver a foto ampliada. O título da matéria era "Presidentes pioneiros".
.
O IG (Internet Group do Brasil S/A) é uma empresa de capital privado cuja sociedade é composta por Internet Group Cayman Limited com 99% e BRT Serviços de Internet S/A com 1%. Seu diretor-presidente é o jornalista Caio Túlio Costa.
(Cayman ? Isso me lembra um paraíso fiscal ...)
.
A falta de caráter dessa gente é tão grande, que, ao serem avisados pelo Ombudsman, jornalista Mário Vitor Santos, imediatamente apagaram o trecho ofensivo, e disponibilizaram um link com a correção.
.
Este blogueiro foi ao site do ombudsman se queixar, mas este sequer publicou minha mensagem, que faço questão de colocá-la aqui:
.
" Prezado Ombudsman;
O que lemos na aba iG Educação não foi erro ou engano. Foi obra de mau-caratismo mesmo, de safadeza baixa e amoral do autor.
.
O iG poderia perfeitamente alterar a aba para “iG Falta de Educação” e mencionar seu diretor-presidente, Caio Túlio Costa, como JORNALISTA QUE NÃO TEVE A OPORTUNIDADE DE SER EDUCADO POR PESSOAS DECENTES, TRANSFORMANDO-SE NUM OGRO DA IMPRENSA MARROM POR OBRA DE SEU DESLEIXO E IGNORÂNCIA FUNCIONAL. PRIMEIRO RETARDADO MENTAL A DIRIGIR UM PORTAL.
.
A propósito, desejo a todos do iG um Feliz 2008.

Pq é muito provável que não resistam a 2009, tamanha a falta de capacidade intelectual de seus editores!"
.
Como se pode ver, a imprensa está cheia de gente mau caráter, que não tem coragem nem de assumir o que escreve. Disseram tratar-se de erro ...
.
Erro? Erro de quê? Só se for erro de formação de personalidade! Deve ser um distúrbio psíquico que acomete pessoas com baixa qualidade intelectual que acredita ser superior ao que é!
Não é o fato de terem estudado ou serem bem articulados que os faz, os jornalistas sem caráter, melhores ou piores que os outros. Consideram-se formadores de opinião ... mas mal sabem admitir as suas próprias!
.
Depois, reclamam que leitores enviam mensagens furiosas.
Depois, reclamam da queda na audiência/tiragem.
Depois, quando escassear a verba da publicidade, cairão chorando no colo do governo em troca de alguns caraminguás.

***

4 de dez de 2008

Seja bem vindo ao Portal do Inferno

.


***



Se você que me lê neste momento ainda não sabe, mas está lendo um emissário do diabo, segundo um certo jornalista da Folha de São Paulo, de nome Vinicius Torres Freire.

Ficaria deveras envaidecido por ter relações tão importantes com o cramulhão, o coisa ruim, o cão ... ficaria, se existisse o diabo. Mas como não acredito que esta entidade exista, continuo sendo um blogueiro, infelizmente, limitado à esfera humana deste planeta, com minhas imperfeições, angústias, derrotas e mágoas.

Devo ter lá algumas qualidades, também. Caso contrário, ninguém leria o que escrevo. E pelas coisa que escrevo é que fui considerado, no Blog do Vinicius, como fanático de um Portal do Inferno.

Fico impressionado com a tentativa de mostrar esperteza que determinados jornalistas escrevem. Frequento vários blogues diariamente, de todos os tipos, escritos por toda sorte de gente; concordo com alguns e discordo de outros. O que me parece ser natural para um semi-analfabeto como eu. Visitei o Blog do Vinicius e li uma matéria que ele chamou de "O racismo de Lula", e não gostei do que li.

Fiz um comentário; fui educadamente refutar as argumentações insensatas que o Vinicius fez à respeito de Luis Inácio Lula da Silva. Não fui o único. Como ele mesmo comentou em postagens seguintes, suas matérias recebem, em média, 5 comentários, mas esta, pelo teor, recebeu mais de 200. É óbvio que a imensa maioria foi contra. Alguns, exagerados, xingaram e ofenderam o blogueiro-jornalista, mas isso é questão de educação. A imensa maioria não aceitou seus argumentos, por mais que ele tentasse responder alguns.

Seu delírio revanchista deve tê-lo deixado insone.

Dois dias depois ele vem com essa de Portais do Inferno, uma rede de blogs, provavelmente interligados, alimentados por fanáticos petistas e lulistas. Tudo meticulosamente organizado, com o claro objetivo, segundo sua mente perturbada, de perseguir jornalistas inocentes!

Quanta falta de imaginação! Parece criança mimada que, ao se ver diante da controvérsia, grita o nome da mãe!

Manhêêêê !!!

Sugiro, visto sua falta de espírito democrático e, principalmente, falta de respeito por quem tem opiniões divergentes, que ele, ao perder o sono por causa de uma nova postagem, levante da cama, vá até a cozinha e meta uma bala na cabeça!
E que o faça longe do tapete, para não dar trabalho desnecessário à sua empregada!

***

30 de nov de 2008

Tragédia em Santa Catarina

***

Vou deixar aqui minha mensagem de solidariedade aos meus amigos de Santa Catarina, estado que visitei menos vezes do que gostaria.

As águas vão baixar e, com certeza absoluta, por conhecer a garra desse povo, tudo será reconstruído.

Estamos todos torcendo por vocês.
Tudo vai dar certo no final.
Sempre dá!

***

24 de nov de 2008

O LIXO E A REVISTA ÉPOCA.

aterro sanitário - depósito da revista Época
.
A revista Época, de propriedade da Rede Globo, ultrapassou todos os limites esta semana.
.
O editor-chefe do grupo, Ali Kamel, num delírio de explosão de seu instinto predador, editou uma matéria a respeito do Juiz federal Dr. Fausto de Sanctis, que está analisando os documentos produzidos pela Operação Satiagraha, da Polícia Federal.
.
A revista pretende desqualificar o Juiz, tratando-o da forma mais desrespeitosa possível.
.
Clique aqui para ler aqui a matéria (se a revista a tirar da internet é porque teve vergonha).
.
Não vou comentar a respeito; não vale a perda de tempo para uma revista que já está à beira do lixo. Seus leitores encheram a seção de comentários (clique aqui para ler) furiosos. Foram centenas de reclamações e insultos, em defesa do Juiz que recusou uma promoção (seria desembargador) para encerrar o processo contra Daniel Dantas.
.
Fico me perguntando qual a quantia paga para um jornalista escrever uma matéria como esta. Fico imaginando o que passa pela cabeça do chefe de redação de uma revista, ao pautar um assunto tão sério como esse, tentando fazer com que seus leitores acreditem em mentiras descaradas; a imoralidade do grupo Globo está indo para o lixo, junto com todos os profissionais que lá trabalham, cuja credibilidade já foi parar no nível mais baixo do jornalismo marrom.
.
Marrom, como a arrogância destes pseudo jornalistas vendidos por tão pouco dinheiro.
***

21 de nov de 2008

José Serra: o espertalhão.

.
.
O governador José Serra - aquele que tem em seu curriculum o sangue da adolescente Eloá, assassinada no sequestro de Santo André - demonstrou sua tremenda habilidade de gestor. Com uma pedrada, acertou três jacas!

1a JACA - Ao acertar a venda da Nossa Caixa para o Banco do Brasil, deixa de ter a obrigação de administrar o banco estadual. Aliás, tucano odeia administrar empresa pública. Um tédio!

2a JACA - Com a bufunfa (5 bi em 18 parcelas no cartão!) vai construir metrô, escolas, hospitais, aumentar salários dos professores, resolver o problema do trânsito na capital ... enfim, vai fazer tudo o que devia ter feito desde sua eleição. Um achado!

3a JACA - Joga no colo do governo federal o ônus das eventuais demissões dos funcionários da Nossa Caixa. Uma esperteza!

Parabéns, governador José Serra (aquele que tem em seu curriculum o sangue da adolescente Eloá, assassinada no sequestro de Santo André) pela proeza alcançada.

Um homem assim deveria ser candidato a presidente da República.

SMART SERRA PARA PRESIDENTE.

Só não contava com a astúcia do ministro Mantega de, ao fortalecer o Banco do Brasil, criar melhores condições de atravessar a crise financeira mundial através da expansão do crédito. Afinal, as centenas de agências (e clientes) da Nossa Caixa tem força para auxiliar na manutenção do bom desempenho da economia brasileira em 2009.
Vai ver, o tucano não pensou nisso.
Ninguém é perfeito.
Um otário!
.
***

15 de nov de 2008

O Golpe de José Serra

.
por Arthur Barão.
do Blog BRASIL MOBILIZADO
.
O governador de São Paulo, José Serra, está preparando um golpe..
Sua sanha privatista, que o faz desejar controlar um país sem patrimônio algum, está usando a crise econômica mundial para alcançar um antigo objetivo: privatizar a Nossa Caixa.
Após algumas tentativas de vender o banco estadual - sem sucesso, por ser excessivamente regional - agora pretende que o Banco do Brasil assuma o patrimônio que os paulistas construiram.
.
Levou uma proposta ao Banco do Brasil, aproveitando a Medida Provisória que dá poderes ao governo federal comprar partes de bancos em dificuldades, para que incorporem a Nossa Caixa..
O eco da imprensa foi favorável. E imediato..
O golpismo tucano é evidente. Criticaram a MP bradando contra a estatização, mas pretendem que o Banco do Brasil desembolse considerável quantia de dinheiro para financiar as obras que quer construir rumo à campanha eleitoral de 2010.
.
Serra quer ser Presidente da República. Quer o dinheiro público para montar a imagem de empreendedor. Seu curriculum político, que inclui o sangue da adolescente assassinada no sequestro de Santo André, terá também a marca de um governo que não administra à favor do povo..
.

Não tem competência para controlar seus bancos. Nem sua polícia (a greve da Polícia Civil durou quase 2 meses)..
.

Quer que acreditemos que é um gestor capaz.

***

13 de nov de 2008

Mais Daniel Dantas.

***

Uma nova fase da Operação Satiagraha - ou, a retomada das investigações pós delegado Protógenes Queiróz - pretende incriminar definitivamente o banqueiro escroque do Opportunity.

Relatório parcial produzido pela Polícia Federal entregue à justiça reforça ainda mais as suspeitas de lavagem de dinheiro. Ricardo Saadi é o delegado chefe da operação, e está buscando fundamentar as acusações contra Daniel Dantas de forma que não reste outra opção ao judiciário que não seja o indiciamento do meliante.

Novas provas, indícios e testemunhos estão sendo juntados ao que sobrou da investigação de Dr. Protógenes; o Ministério Público Federal e o juiz Fausto Martin De Sanctis, titular da 6ª Vara Criminal Federal mantém o processo em sigilo absoluto.

Mesmo sem a leitura dos HDs apreendidos - que estão lacrados por ordem da ministra do STF Ellen Gracie - é possível pedir a prisão do sujeitinho com consistência. Desta vez, a coisa tem que andar, por mais que muita gente graúda esteja esperneando.

O marginal Daniel Dantas entrou com pedido de habeas corpus preventivo no Tribunal Regional Federal. Ele espera que, tendo em vista a colheita de provas através da leitura de e-mails do Banco Opportunity e de seus advogados, o processo seja anulado. Assim, ele recuperaria mais de 500 milhões de Reais apreendidos.

A oposição ao governo Lula deve começar a se preocupar. Partidos políticos, empresários, redes de rádio, TV e jornais envolvidos com a corrupção das privatizações do governo FHC, devem estar à beira de um ataque de nervos.

Pois que arranquem os cabelos! O preço a pagar será muito alto. Alguns políticos não terão cacife suficiente para bancar sequer uma boa noite de sono.

***

11 de nov de 2008

Barack Hussein Obama


Esperei uma semana para ler e digerir o que a imprensa mundial falou a respeito da eleição de Barack Obama para a presidência dos Estados Unidos da América.
.
Tudo o que li converge para a mesma direção. Obama será um presidente que fará mudanças. Um presidente diferente.
.
Disse, em postagens anteriores, não acreditar que ele seria escolhido o candidato do partido Democrata. Afirmei que o racismo americano escolheria Hillary Clinton.
Errei.
Então, veio a crise financeira mundial. Os americanos se apavoraram --e continuam apavorados -- e escolheram um negro como candidato.
.
No meu ponto de vista a única coisa que o difere dos demais presidentes democratas é a cor de sua pele.
.
Como presidente, não vejo possibilidade dele mudar os EUA. Ele é da elite intelectual; formou-se em Chicago, berço liberal do ocidente. (Porisso, McCain dizia que ele era socialista ...).
.
Os EUA continuarão imperialistas. Essa é a vocação americana. As guerras continuarão a existir e serão patrocinadas pela maior potência militar do mundo. Israel precisa dos Estados Unidos para sobreviver. Os judeus financiam o poder político e a imprensa americana.
.
Yes, we can. Sim, eles podem!
.
***

5 de nov de 2008

A LÓGICA DO ABSURDO EM 5 ATOS


Um certo delegado da Polícia Federal, um tal Dr Protógenes Queiróz, conhecido nacionalmente por ter prendido o banqueiro Daniel Dantas, teve sua casa, em Brasília, invadida por colegas da Polícia Federal, amparados por mandato judicial, para busca de supostas provas sobre o vazamento da Operação Satiagraha. Estavam à cata de "grampos ilegais e mídias", conforme relato do próprio delegado no site de Luis Nassif .
.
"Está apenas difícil de explicar para meus filhos e esposa que eu trabalhei honestamente como Policial Federal, não aceitei a proposta de suborno de um milhão de dólares, encontrei muita prova contra as pessoas que foram investigadas na operação Satiagraha e hoje recebi em minha residência busca autorizada pela justiça de Brasília e cumprida pela PF." diz o delegado.
.
A ordem de busca e apreensão partiu do Juiz Federal Ali Mazloum, acusado de participar de uma rede de corrupção investigada pela Polícia Federal na Operação Anaconda.
Curiosamente, a 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal extinguiu a ação penal contra o juiz por 4 votos a 1. Votaram a favor do juiz, no Supremo, os ministros Gilmar Mendes, Ellen Gracie, Carlos Velloso e Celso de Mello. O único voto contrário foi o do ministro Joaquim Barbosa, relator da matéria.
.
A lógica é a seguinte:
.
Um delegado, cujo salário é pago com dinheiro recolhido dos impostos, recebe a incumbência de investigar determinada suspeita de crime. Coordena uma equipe de investigação e descobre, baseado em provas consistentes, o chefe de uma quadrilha perigosamente instalada nos bastidores da política. O delegado pede a um juiz que emita mandatos de prisão. E ele os cumpre, levando para a cadeia suspeitos de ações criminosas gravíssimas. Um preso lhe oferece UM MILHÃO DE DÓLARES por sua liberdade. O delegado recusa.
Fim da missão!
.
Então começa a comédia em 5 atos.
..O
1o ATO - O suspeito é colocado em liberdade através de dois habeas corpus do Ministro do Supremo Tribunal Federal, Dr Gilmar Mendes.
2o ATO - O Ministro do STF emite parecer contrário ao uso de algemas em operações que possam constranger suspeitos presos.
3o ATO - O mesmo Ministro é um dos que inocenta outro juiz federal, Dr Ali Mazloum.
4o ATO - O juiz Ali Mazloum manda investigar o delegado que cumpriu o mandato de prisão do suposto chefe da quadrilha de criminosos, Sr Daniel Dantas. Por acaso, um banqueiro.
5o ATO - O delegado tem a casa revistada em busca de supostas provas do vazamento das informações sobre a operação que prendeu (e depois soltou) o banqueiro acusado. Nenhuma "prova" é encontrada.
.
Moral da história:
.
Enquanto a Justiça Brasileira insistir em querer culpar o investigador ao invés do investigado, usando todo tipo de artifício para desqualificar o investigador em benefício do investigado, milhões de dolares correm soltos nos bolsos das quadrilhas de pessoas influentes, como o banqueiro Daniel Dantas, que roubam o suor das pessoas que trabalham e pagam seus impostos.
.
Saibam, senhores juízes de todas as instâncias, que quem os assiste não é burro. Quem os vê promovendo estes absurdos os colocam no mesmo balaio dos criminosos do colarinho branco.
Não reclamem, mais tarde, de serem vistos pela população como pessoas em quem não se pode confiar. O cargo de juiz, ou de Ministro da mais alta instância da justiça, não qualifica o sujeito para coisa nenhuma. O que o coloca com decência perante a opinião pública são seus atos.
E seus atos tem sido cada vez merecedores de menos respeito.
.
***

4 de nov de 2008

Mc Laren - Time Campeão


Parabéns a Lewis Hamilton, novo campeão mundial da Fórmula 1.
.
Seu desempenho no ano de 2008 foi infinitamente superior ao ano anterior, demonstrando maturidade e, obviamente, guiando o melhor carro da temporada.
.
Àqueles que lamentam a derrota de Felipe Massa a 500 metros da linha de chegada, lembro que a temporada teve 18 etapas, e a construção da vitória aconteceu desde a primeira largada.
.
O time Vodafone-Mc Laren-Mercedes mostrou sua competitividade e força desde as primeiras corridas do ano. A Ferrari -- campeã de construtores -- também foi uma equipe forte, mas não teve capacidade de colocar um de seus pilotos em boas condições de disputa do título.
.
Agora resta aguardar pela temporada 2009. Alguns nomes prometem muita emoção.
.
***

26 de out de 2008

CARTA AOS MEUS AMIGOS PAULISTANOS

Estação da Luz - 1.925



Deixei São Paulo no ano de 2001, rumo à realização de um antigo sonho: ter um filho num lugar tranquilo, que me desse segurança de educá-lo sem os medos que a cidade de São Paulo me provoca.


Consegui. Minha filha Gabriela nasceu saudável e é feliz; tive momentos inesquecíveis ao lado dela, quando, ainda bebê, dava-lhe mamadeira com os pés na areia da praia, olhando as ondas do mar de Itapuã (ela tinha medo do barulho das ondas).


Lembro de bons momentos que passei em São Paulo, onde vivi por mais de 40 anos; conhecia cada rua do centro da cidade, tive centenas de amigos e alguns poucos inimigos; trabalhei com tanta coisa diferente que só uma cidade como esta é capaz de permitir. Sim, posso dizer que fui feliz em São Paulo. Hoje, entretanto, sou ainda mais.

Uma coisa, nesses anos todos que vivi em São Paulo, me incomodava: a mania do paulistano se achar superior aos demais brasileiros, acreditar que, por ser cosmopolita, tinha melhor pedigree. Bobagem! Paulistano que se preza acredita que seu estado é a locomotiva do Brasil; que sem São Paulo não existiria Brasil. Pequenez!

Hoje, reflito um pouco mais atento às asneiras que cansei de ouvir. O preconceito é grande e já não me tenho tanta paciência com gente que se acredita superior. Cansei! No mau sentido!
.
.
***
.
.
Vejo o mapa eleitoral do segundo turno da votação para prefeito em São Paulo, e fico chocado.
.
Não consigo entender como cidadãos de São Paulo tiveram a capacidade de eleger um prefeito como esse Gilberto Kassab! Enjoado, medíocre, desconhecido!
Já fiz tantas campanhas partidárias em São Paulo, e achava que o povo já tinha feito todas as bobagens possíveis.
Alguns nomes que passaram pela cidade, e foram eleitos, são de envergonhar qualquer um:
Adhemar de Barros, Jânio Quadros, Orestes Quércia, Luis Antonio Fleury, Paulo Maluf, Celso Pitta ... e agora, Gilberto Kassab!
.
Posso entender a classe média paulistana votar no nome indicado pelo governador Serra; apoiar alguém de seu partido, de sua coligação ... mas Kassab é do PFL. Este mesmo partido que foi varrido do nordeste, não ganhou nenhuma capital nem cidade importante em 2008 ... a não ser São Paulo ! Isso é ridículo ! A atitude do paulistano é de profundo desconhecimento político !
.
Me sinto envergonhado por ter nascido numa cidade que já foi o coração e as pernas do Brasil.
Hoje, São Paulo é, como bem definiu um amigo, a vanguarda do atraso. A locomotiva da época do café, enferrujou. Virou Maria Fumaça, peça de museu.
.
São Paulo, hoje, representa o que há de mais arcaico em política no Brasil. A eleição desse sujeito pelo povo da minha cidade natal, mostra claramente o conservadorismo retrógrado de São Paulo.
Meus amigos paulistanos foram manipulados -- e se deixaram manipular -- por um governador sem escrúpulos, que apontou Kassab como melhor candidato visando as eleições presidenciais de 2010.
José Serra pretende ser presidente do Brasil ... piada!
.
Saibam, meus amigos paulistanos, que São Paulo é motivo de piada pelo Brasil àfora.
Que as coisas que acontecem em São Paulo já não soam tão importantes como soavam no passado; o peso político da maior cidade da América do Sul está acabando, por obra de um governador que não se interessa por São Paulo, que manobra as vontades de sua população buscando mais poder.
.
Saibam, meus amigos de São Paulo, que a guerra que vocês travam, diariamente, é inútil; enquanto sobreviverem esses cadáveres políticos, a cidade irá se decompor cada vez mais depressa.
.
Meus amigos de São Paulo ... sinto pena de vocês.
.
***

22 de out de 2008

De famoso a otário.



O jornalista Arnaldo Jabor, 68, escreveu:
.
(...)"Este artigo é uma adesão explícita aos dois candidatos: Gabeira e Kassab;
.
Gabeira e Kassab podem ser dois "Obamas";
.
Gabeira pode desconstruir uma velha mentira carioca e Kassab uma recente mentira paulista"(...)
.
.
Jabor, um homem maduro, respeitado, apóia candidatos a prefeito no Rio e em São Paulo. Louvável sua atitude, apesar de já há muito manjada. Pena que seus patrões não tenham o mesmo peito de dizer abertamente quem apóiam.
.
Arnaldo Jabor pretende ser a cara da intelectualidade brasileira. Deve acreditar no que fala, pois seu gestual é de convicção quando se refere às esquerdas, como se a intelectualidade estivesse do seu lado. Como se tudo o que diz fosse verdade. Mas verdades que poucos conhecem, só os mais intelectualizados, os mais cultos. Os mais tucanos!
.
Sabe como ninguém usar as palavras no Jornal da Globo – pena que a audiência seja tão baixa no horário – com aquela cara de quem tudo sabe, que tudo vê. Bem Big Brother.
.
Seu grande medo, como o de seus patrões, é que o poder fique definitivamente nas mãos das esquerdas. Certo, ele tem lá suas razões, pois valorizar as culturas populares não dá muito ibope a pessoas de seu “nível”, com sua capacidade intelectual primeiro-mundista. Pior, é que os governos de esquerda fazem surgir uma classe média ignorante, que mal sabe ler e que não consome literatura; que gosta de pagode e churrasco na laje. Talvez essa seja uma das razões para seu ódio quase intestinal contra Luis Inácio, o presidente operário que gosta de cachaça, churrasco e futebol.
.
Luis Inácio é o anti-tesão de Jabor.
O PT o faz brochar do alto de sua intelectualidade.
.
Sempre que vejo ou ouço Jabor me vem a lembrança a figura de Diogo Mainardi. Não que eu ache que eles tenham muita coisa em comum; Mainardi é um Pedro de Lara mau humorado, um clown dos tempos modernos, enquanto Jabor é uma espécie de funcionário de repartição pública, aquele que segue as ordens da chefia botando prá quebrar de cima de sua “otoridade” de cidadão superior aos demais.
.
Ambos, Jabor e Mainardi, acreditam que são donos de uma capacidade de saber mais que os outros; se julgam seres especiais que precisam ser ouvidos e, para tanto, utilizam seus neurônios pós graduados em benefício da humanidade. Só isso explica a comparação de Gabeira/Kassab a Barack Obama!
.
Aplaudo o cineasta, jornalista, ex técnico de som, comentarista, etc, por ter assumido apoio aos candidatos da direita, Gabeira e Kassab. Arnaldo Jabor odeia a democracia. Seus partidos preferidos, PSDB e DEM, odeiam a democracia; odeiam saber que um torneiro mecânico foi mais eficiente que um intelectual da Sorbonne, FHC, que com tantos títulos deveria ter sido o melhor presidente da história do Brasil. Qual o quê! Lula é o que é melhor avaliado pela população. Mas, às favas o povo que sobe na laje e ouve pagode! Somos subdesenvolvidos e Arnaldo Jabor e seus patrões sabem o que é melhor para nós, brasileiros!
.
Do Eu Te Amo, de 1981, pouca coisa restou. Sua fama na telona quase não existe. Uma pena. Eu fui seu fã.
.
Assim como é uma pena ele ter amarelado e se curvado ao desejo de seus patrões. De famoso, virou otário. Um mané. Deixa que o usem, e do alto de sua santa ingenuidade, acredita que fala verdades que são suas.


***

19 de out de 2008

ELOÁ CRISTINA PIMENTEL, 15.

Atestada a morte cerebral da jovem Eloá, que o Brasil conheceu através da TV, começam as discussões a respeito das responsabilidades.

O Coronel da PM de São Paulo, Eduardo Félix, foi o responsável pela operação desastrosa que levou a vida de uma criança de 15 anos. A cobertura da imprensa mostrou ao vivo o momento da invasão do apartamento onde ela - e outra adolescente, da mesma idade - permeneceu em cárcere privado por 5 dias.

Parece piada, mas o coronel disse à imprensa, depois da tragédia, que agiu como se um de seus filhos estivesse sob a mira do revólver do assassino, Lindemberg Alves, ex-namorado da vítima. Disse isso depois do desfecho, óbviamente. Eloá não era sua filha. Eloá, hoje, é apenas um número na estatística do crime na maior capital do país.
O coronel dormiu esta noite, confortavelmente, na sua cama, depois de falar com seus filhos.

Mas, lendo a respeito da operação de resgate das meninas sequestradas, surgiram algumas dúvidas que precisam ser esclarecidas.

- Na mesma semana do sequestro, houve o confronto entre as polícias civil e militar nas redondezas do Palácio dos Bandeirantes, sede do governo do estado. O desgaste do governador foi imenso, pois as duas instituições estão sob seu comando;

- Na mesma semana, pesquisas de intenção de voto mostraram a candidata Marta Suplicy diminuindo a vantagem de seu opositor na campanha para prefeitura de São Paulo, Gilberto Kassab, apadrinhado pelo governador José Serra;

- As negociações no caso do cárcere privado a que Eloá estava sendo submetida se arrastaram por um período muito longo, exageradamente longo, o maior da história em crimes do gênero. Com a cobertura ao vivo de toda a imprensa, era manchete principal de todos os jornais, e o desgaste do governo era proporcional ao tempo que se arrastavam as negociações.

- O episódio do retorno da refém, que já havia sido libertada, ao cativeiro, foi classificado por especialistas como o maior erro tático da inteligência da Polícia Militar, mesmo antes do final da operação. A garota foi baleada no rosto, não corre risco de morte, mas foi levada ao cenário do crime sem necessidade. Foi exposta ao risco deliberadamente, mesmo sendo menor de idade.
( porque o coronel Félix não sugeriu ao sequestrador que um de seus filhos fosse feito refém? Com certeza, Lindemberg aceitaria ...)

Tudo me leva a crer que a invasão do apartamento foi determinada às pressas. Ninguém sabia que haviam móveis trancando a porta de entrada do apartamento, o que causou a demora da invasão, propiciando tempo ao assassino para atirar das moças.

A PM não usa tecnologia em casos como esse? Não foram usadas câmeras, sensores, microfones, nem mesmo o depoimento da refém libertada para escanear o local onde seria feita a invasão?

Se, mesmo assim, a invasão aloprada aconteceu, quais foram as razões para a tomada da decisão?

O responsável técnico, coronel Félix, tinha total poder para decidir o momento da ação, ou teve que se reportar a seu chefe imediato, o governador José Serra, pedindo autorização?
O governador sabia que a PM invadiria o local? Autorizou? Ou foi ele quem ordenou?

É muito provável que nenhuma destas dúvidas sejam esclarecidas com a decência que o episódio merece. Estas dúvidas não são apenas minhas. São de todos os brasileiros.

Governador José Serra: A morte de Eloá Cristina Pimentel, 15, está na sua conta.

Sua biografia já contém o sangue da menina assassinada.

O preço está na sua consciência.
***

17 de out de 2008

OBAMA, A MÍDIA E MARTA SUPLICY

***

Na sua edição de hoje, o diário norte-americano, um dos mais influentes do país, THE WASHINGTON POST, em seu editorial, diz:

"THE NOMINATING process this year produced two unusually talented and qualified presidential candidates. There are few public figures we have respected more over the years than Sen. John McCain. Yet it is without ambivalence that we endorse Sen. Barack Obama for president. "
.
Isso mesmo.
Apesar do respeito pela figura pública de John McCain, o jornal assume publicamente apoiar Barack Obama para presidente dos Estados Unidos.
.
Mais ao sul da América, outra batalha eleitoral está sendo travada, desta vez, pelo controle da maior cidade abaixo dos trópicos: São Paulo.
Está em jogo a disputa pela prefeitura da capital, onde dois concorrentes, claramente antagônicos em suas posições políticas e história de vida pública, pretendem dirigir a metrópole de terceira maior arrecadação de impostos do país (perde para a União e para o Estado de São Paulo).
.
O povo, dividido entre direita e esquerda, elegerá aquele que tiver maior capacidade de lidar com as adversidades de uma cidade de mais de 8 milhões de habitantes. Estão em plena campanha Marta Suplicy, do Partido dos Trabalhadores, e Gilberto Kassab, do Democratas.
.
Em Washington, os editores declararam sua posição política ao eleger Obama como seu candidato preferido. Mas apenas nos editoriais, com assinatura. As matérias políticas continuam sendo tratados com a isenção necessária ao bom jornalismo.
.
Em São Paulo, os dois maiores jornais, Folha de São Paulo e O Estado de São Paulo, disputam a liderança pela mentira: ambos apoiam o candidato Kassab, mas nenhum dos dois tem coragem -- ou moral -- de publicar em seus editoriais sua opção política.
.
A total falta de compromisso com a verdade dos jornalistas que cobrem a seção de política dos jornais é vergonhosa; aliados à rede Globo de Televisão, pretendem que a população da capital do maior estado do país seja manipulada no que tem de mais sagrado: o direito à informação.
.
Recentemente, apoiados numa peça publicitária da candidata do PT, que perguntava se o povo conhecia seu oponente, a imprensa aproveitou uma das perguntas (ele é casado? Tem filhos?) para afirmar que Marta Suplicy chamava Kassab de homossexual.
A mesma imprensa que há pouco tempo cunhou Marta Suplicy de "Marta e seus dois maridos", numa alusão a uma visita de seu ex-marido, o Sen Eduardo Suplicy. Marta, hoje, é casada com Luis Favre.
Ontem, num violento confronto entre polícias militar e civil, nas ruas de São Paulo, causado pela tentativa do comando de greve da polícia civil tentar negociar com o governador, a imprensa buscou todos os argumentos para provar que era um movimento político das esquerdas, do PT. Aliás, essas foram as palavras do governador José Serra aos jornais ao vivo.
José Serra apóia Kassab.
Um delegado em início de carreira ganha R$ 3.708,18 -o pior salário do país. A média salarial é de R$ 7.085,85, mais baixa que o piso de 11 Estados.
.
Onde está a liberdade de imprensa desse país, que se esconde atrás de notícias fantasiosas e imaginárias com o único objetivo de interferir no processo eleitoral?
.
A MÍDIA BRASILEIRA MENTE!
A IMPRENSA BRASILEIRA NÃO TEM CARÁTER!
.
Em postagens anteriores, fiz várias críticas ao governo dos EUA. Eles tem lá seus defeitos, e não são poucos, e prejudicam centenas de milhões de pessoas inocentes mundo afora. Mas devo reconhecer que a liberdade de expressão lá, existe. Enquanto aqui, é uma peça de ficção.
.
Eu apoio a candidata Marta Suplicy, do PT. Não tenho medo ou vergonha disso; pelo contrário, me sinto gratificado pelas horas gastas em campanhas que participei nas ruas, apoiando candidatos de minha preferência. Não minto para meus amigos, nem para meus inimigos.
.
Se eu não puder ter orgulho de me dizer PETISTA, com todas as letras, serei, então, covarde, como boa parte da imprensa do Brasil.
***

12 de out de 2008

FORMULA 1 - RETA FINAL

***

Está se aproximando o momento de sabermos quem será o campeão da temporada 2008 da Fórmula 1. Tudo leva a crer que será o britânico Lewis Hamilton, da Mc Laren.

A disputa acirrada entre ele e Felipe Massa parece ter chegado ao fim com os acidentes no GP do Japão, no último domingo. Hamilton diz que Massa bateu de propósito; as imagens mostram um acidente que poderia ter sido evitado. Ambos foram penalizados.

Por fora, Robert Kubica ainda tem chances. Remotas.

Quem está fazendo o melhor papel nessa reta final é Fernando Alonso. O melhor piloto em atividade hoje. Se ainda faltassem 4 ou 5 provas, a competição seria diferente.

A conferir nas próximas etapas. Falta China e Brasil.

***

9 de out de 2008

AS CASSANDRAS NEOLIBERIAS

PT
PT
Por Emir Sader é sociólogo e professor.



A esquerda costuma ser acusada de catastrofista. Mas agora é a direita que, sem propostas, aposta no quanto pior melhor, para ver se consegue voltar ao governo, desesperada diante dos 80% de popularidade do governo Lula.
*
Primeiro apostavam na inflação, que ia tornar-se descontrolada e levaria o país à recessão pelas medidas que, no receituário deles, costumam ser tomadas. Seguiam o editorial do The Economist que esperava que o governo de Fernando Lugo fosse o último governo progressista na América Latina porque, dizem eles, chegam tempos de recessão e nisso a direita é craque. Propõem explorar temas dolorosos e que lhe são caros, como enfermeiros da recessão e dos sofrimentos para o povo: inflação e violência. Centram-se na exploração desses temas.
*
Se esquece a revista não apenas que o continente é outro hoje, mas que em El Salvador Mauricio Funes, candidato da FMLN é amplamente favorito para ampliar a lista de presidentes progressistas na América Latina. E que a capacidade de resistência desses governos diante da crise é maior do que durante aqueles dos seus fracassados queridinhos – FHC, Menem, Carlos Andres Peres, Sanchez de Losada, entre tantos outros.
*
FHC, apostolo do caos, aposta na crise, na recessão. Ele, que conhece bem isso. Afinal, nos seus oito anos de governo – recordar que ele comprou votos para mudar a Constituição durante seu mandato, para ter um segundo mandato -, quebrou o Brasil três vezes, teve que ir ao FMI três vezes para assinar novas Cartas-compromisso. Escondeu a crise durante a campanha eleitoral de 1998, fez tudo – ajudado amplamente pela mesma imprensa privada que agora aposta no caos – para ganhar no primeiro turno, porque o país estava de novo quebrado e Pedro Malan negociava novo acordo de capitulação com o FMI.
*
Não deu outra, veio a crise, os juros foram elevados para 49% (sic) e a economia entrou na prolongada recessão que acompanhou todo o governo FHC e fez com que os tucanos fossem amplamente derrotados em 2002 e FHC seja o político com pior desempenho na opinião do povo brasileiro. E foi uma crise provocada e sofrida aqui, não como conseqüência de uma crise internacional.
*
Agora a direita aposta na crise, que é a crise da sua doutrina, das suas pregações sobre as virtudes do mercado. Fariseus, tentam esconder que são discursos como os seus que levaram à farra especulativa dos EUA – meca do neoliberalismo – e cujos efeitos o governo tem que enfrentar. Governassem os tucanos, imaginem o que seria a economia do Brasil se Alckmin tivesse ganho - como queria a imprensa privada -, com o grau de fragilidade que teríamos, com a continuidade da abertura econômica que os tucanos pregam.
*
Lula precisaria fracassar, porque se o douto, o sábio, o ilustrado, o queridinho dos grandes empresários e da imprensa privada, FHC, fracassou – na política econômica, na política social, na política educacional, na política cultural, na política externa -, fracassou, como um torneiro mecânico, nordestino, que perdeu um dedo nas máquinas, do PT, pode triunfar.
É o fracasso das teorias que pregam que as elites sabem mais, podem mais, fazem melhor as coisas. A mesma teoria que fracassa na Bolívia, onde o índio Evo Morales dá certo, onde o gringo Sanchez de Losada fracassou. Na Venezuela, onde o mulato Hugo Chavez dá certo, quando a elite branca de Carlos Andres Peres, de Rafael Caldera, fracassaram.
*
As economias dos países que participam dos processos de integração regional, porque privilegiam os intercâmbios entre seus países, porque diversificaram seus mercados internacionais – com o da China ocupando lugar de destaque -, porque desenvolvem os mercados internos de consumo popular, dependendo menos das exportações, porque vão dispondo cada vez mais de recursos próprios de financiamento – que o Banco do Sul vai incrementar -, sofrem menos as conseqüências da maior crise do capitalismo desde 1929. Recordar que como efeito desta, caíram 16 governos latino-americanos. Agora, nenhum deve cair e sofrem mais os que mais se atrelaram à economia estadunidense e mais seguiram aferrados ao neoliberalismo – de que o México é o caso mais grave.
*
FHC, e todas suas viúvas na imprensa privada, podem chorar, podem pedir pelo pior, podem esperar sentados o fracasso dos novos governos latino-americanos. Seu tempo já passou, o funeral de Wall Street é o seu funeral, o da apologia dos mercados, do Estado mínimo, do reino da especulação. Que descansem em paz, que o povo brasileiro tem mais o que fazer, tem que se ocupar do seu destino, essas cassandras neoliberais que ele derrotou e segue derrotando.
*
*

6 de out de 2008

ELEIÇÕES MUNICIPAIS

Foi dada a largada para a campanha eleitoral de 2.010.
Neste domingo, quando o eleitor digitou seu voto na urna, estava começando a traçar o futuro do país e eleger o próximo Presidente da República.
.
Sim. Foi desta forma que a imprensa colocou estas eleições municipais, como uma prévia da eleição para Presidente, ainda que faltem dois anos.
.
Também, a grande mídia fez questão de repetir, incansavelmente, que o apoio do presidente Lula não influenciou os eleitores; a questão municipal, segundo eles, é a prova que o Partido dos Trabalhadores não irá eleger o sucessor de Lula.
.
Mentira! Mais uma vez a mídia tenta fazer o eleitor de bobo.
É evidente que Lula influenciou - e muito - o voto municipal, a ponto de o PT ser o partido que mais cresceu em número de votos e prefeituras. Em cidades com mais de 200 mil habitantes cresceu ainda mais, demonstrando a forte conotação política do voto municipal que antes era apenas pessoal.
.
Em algumas capitais importantes (PortoAlegre e Salvador), a disputa do segundo turno se dará entre candidatos da base aliada do governo, o que impedirá o Presidente Lula de apoiar este ou aquele candidato. Em outras (São Paulo), a rivalidade está muito bem definida entre governo e oposição, o que permite Lula subir no palanque de seu candidato.
.
Por falar em São Paulo, a ida ao segundo turno do candidato do DEM Gilberto Kassab mostra claramente a influência de Lula: enquanto Marta Suplicy (PT) estava isolada nas pesquisas em primeiro lugar, os candidatos Kassab e Alckmin (PSDB) se digladiavam para assumir a postura de oposição, a ponto do governador José Serra (PSDB) apoiar Kassab contra seu próprio partido. Se Lula não tivesse influência, como quer a imprensa comprometida, Marta não iria ao segundo turno e deixaria a maior capital do país nas mãos da oposição.
.
Aliás, o DEM, que estava aparentemente morto em São Paulo, renasceu pelos braços tucanos do atual governador! Pena que o paulistano não saiba quem é o verdadeiro Gilberto Kassab, o que foi secretário de Celso Pitta, o espectro de Maluf e do malufismo, aquele que destruiu as contas públicas de São Paulo quando foi prefeito.
Kassab é o verdadeiro filhote da ditadura. Autoritário, seu estilo de fazer política é usar a mentira como base para mascarar suas verdades. Colaboram com ele os jornais de grande circulação e a Globo, expoentes da direita liberal brasileira.
.
Em 2.010 uma nova campanha começará. O eleitor terá o direito de escolher seu voto livremente, de acordo a sua consciência. E a imprensa golpista poderá impedí-lo de usufruir de seu maior patrimônio em termos de cidadania: a escolha!

***

30 de set de 2008

A MÍDIA, A CRISE E A HIPOCRISIA

.
Estamos assistindo, nesses últimos dias, a um espetáculo de hipocrisia nunca antes visto na história da humanidade. E não falo apenas do Brasil - onde a imprensa é comprometida até o pescoço -, mas da mídia internacional.

James Moore, do Huffington Post, escreveu um artigo intitulado UMA NAÇÃO DE BOBOS DA CORTE, referindo-se aos Estados Unidos da América. Ele diz:

Não deixe eles te dizerem que o derretimento econômico é uma confusão complicada. Não é. Nossa crise financeira nacional é facilmente entendível por qualquer pessoa que tenha visto cobiça e hipocrisia. Mas agora testemunhamos as duas em escala profunda e monumental.

Aqui, como não poderia deixar de ser, a Rede Globo, os jornais FSP, Estadão e O Globo e as revistas Época e Veja, comportam-se da mesma forma: tratam de esconder as verdadeiras razões para a maior crise financeira desde o crash de 29.

Na cobertura da imprensa brasileira, que pude acompanhar, falam de sub-prime e de derivativos como se as pessoas compreendessem do que se trata; colocam no ar "especialistas" para detalhar em bom economês o que está acontecendo. Mas escondem a verdade.

O povo americano pressionou os deputados, principalmente os republicanos, para não aprovarem o pacote de ajuda aos bancos em dificuldade. Essa foi a razão da maior derrota do já derrotado presidente George Walker Bush no congresso dos Estados Unidos!

Se, por um lado, o Banco Central americano, e os Bancos Centrais europeus, são liberais na divisão de lucros, por outro lado são socialistas na repartição dos prejuízos. Essa verdade a imprensa também esconde, para evitar a desmoralização definitiva.

Vou repetir: a hipocrisia está tomando conta da informação!
O que deveria ser ético e coerente na cobertura de episódios como essa grave crise financeira, está sendo tratado de forma desonesta, demagógica e perigosa, uma vez que a imprensa mundial abandonou o respeito a seus leitores e passou a dizer o que bem entende, sem escrúpulos e sem vergonha na cara.

O que vai acontecer com sua credibilidade, daqui para a frente, é incerto; assim como os Bancos de Investimentos alavancaram seus negócios da forma mais irresponsável possível, gerando a falência da estrutura financeira mundial, a mídia, com seu comportamento pequeno, egoísta e burro, seguirá o mesmo caminho, ou seja, o descrédito total de suas palavras.

Já é hora de nos levantarmos contra essa imoralidade que se transformou a informação. O oligopólio e os interesses econômicos que envolvem a notícia devem ser revistos, sob pena de pagarmos ainda mais caro, no futuro, a conta que será deixada pelos irresponsáveis donos de jornais, rádios e televisões do mundo ocidental.

______________

28 de set de 2008

O PRÍNCIPE DAS ASTÚRIAS


Não podia deixar de postar à respeito da sensacional vitória do espanhol Fernando Alonso, o Príncipe das Astúrias, no circuito de Singapura.
.
Foi a primeira corrida realizada à noite, sob luz artificial, e Alonso deixou sua marca de campeão registrada na história do automobilismo mundial.
.
Antes da corrida, no sábado, a Renault de Alonso já demostrava excelentes condições de pista, tendo feito o melhor tempo antes da cronometragem oficial para a pole position.
.
Na pista, confirmou seu excepcional desempenho. É certo que foi beneficiado pela falha de box da Ferrari que deixou Felipe Massa fora do páreo, mas, devido ao acidente com Nelsinho Piquet, também da Renault, a entrada do Safety Car foi determinante para o resultado da corrida.
.
Mesmo que não tivesse ocorrido o problema de Massa, a Ferrari não venceria; Niko Rosberg, com sua Williams meia boca levava vantagem por ter reabastecido antes do acidente de Nelsinho.
.
Fernando Alonso conduziu seu carro para a vitória com muita elegância e habilidade; por mais que meu amigo Raphael Medeiros estivesse torcendo pela Ferrari número 2, todos vimos o melhor piloto em atividade receber a bandeira quadriculada. Ele merece. É o melhor.
.
Para mim, Lewis Hamilton será o campeão desta temporada. Mc Laren é Mc Laren, e vai levar mais um.
.
O ruim das corridas de Fórmula 1 continua sendo o monopólio da Globo nas transmissões. O infeliz do Galvão Bueno está cada dia pior, com comentários despropositados e sua insistência em tentar traduzir os diálogos dos pilotos com os boxes. Seu inglês é tão fraco que só dá mancada!
.
E, por falar em boxes, foi espetacular a mensagem que Alonso recebeu de Flávio Briatore ao ultrapassar a linha de chegada em primeiro. Sei bravo ... sei bravo ... catso!

20 de set de 2008

A QUEDA DE UM IMPÉRIO

NEW YORK STOCK EXCHANGE
_______________________________________________
.

Esta semana foi a mais turbulenta dos últimos 75 anos da história da Bolsa de Valores dos EUA. Assim como em 1.929, a crise dos papéis abalou o mundo - e continuará abalando nos próximos meses.

Paradoxalmente, a origem da crise é a mesma da década de 20; bancos emprestam a insolventes, trocam estes papéis podres entre sí, aumentando a rede de credores, até que se descobre, acidentalmente, que não haviam garantias suficientes para cobrir o rombo. Em seguida, o primeiro banco vai à falência, observado de longe pelas autoridades do governo; logo depois, mais uma instituição demonstra o mesmo sintoma, e outra, e mais outra.
.
Desta vez, o governo americano decidiu intervir. Em 29 a opção política foi pelo afastamento da questão, deixando milhares de pessoas na miséria. Estima-se em 700 bilhões de dolares o tamanho do pacote que o governo dos EUA pretende gastar para interromper a quebra de várias das maiores intituições bancárias do país.

O que preocupa é o poder de contaminação que a crise traz ao resto do mundo. Segundo especialistas, a recessão americana já começou, e os mercados continuarão nervosos por muito tempo. Estimam em seis meses o tempo necessário para acomodação dos títulos, principalmente os públicos.
.
Para os países emergentes, a catástrofe poderá ser ainda maior. A China, que pretendia alcançar crescimento de 13% este ano, já revisou a meta; pretendem atingir apenas 9%. Decréscimo de 30%. No Brasil, as consequências são imprevisíveis mas, até o momento, a economia parece robusta o suficente para enfrentar a turbulência com poucas perdas. Graças aos mais de 200 bilhões de dolares de reservas cambiais, o que possibilita a intervenção do Banco Central na economia de maneira firme e eficiente. A parte mais difícil deverá se revelar no início de 2.009, quando a recessão mundial fará a balança de pagamentos brasileira sofrer com mais intensidade.
.
.
Entretanto, esta catástrofe certamente deixará saldo positivo na economia mundial. Explico.
Se o símbolo do capitalismo liberal, os EUA, foi incapaz de sustentar o mercado, Wall Street foi desmascarada. Os Bancos Centrais da Europa já falam em criar ferramentas de controle e prevenção aos desmandos provocados pelo livre mercado. O fato do FED (Banco Central Americano) intervir de modo efetivamente ortodoxo no mercado financeiro, obrigando o governo Bush a injetar bilhões de dolares na compra de títulos podres, mostra claramente a fragilidade do capitalismo liberal.
.
Uma frase do presidente Lula, em plena queda da BOVESPA, foi duramente verdadeira: Os bancos que sempre deram palpites na economia brasileira estão quebrando! Isso demonstra o quanto o sistema financeiro internacional é liberal para os outros, e incompetente dentro de sí!
.
O império norte-americano está desmoronando.
A queda começou na primeira invasão do Iraque, submergiu um pouco mais na segunda invasão e derrubada de Saddam Hussein e, agora, mostra não ter pernas para se levantar. Os países emergentes (atuais grandes mercados consumidores, Brasil, Rússia, Índia e China) sairão da crise, mais cedo ou mais tarde, fortalecidos com os erros dos EUA.
O foco econômico mundial permanecerá desconfiado de Wall Street depois de tantos erros cometidos, e os investimentos serão mais conservadores e distantes dos EUA. Assim, a força econômica americana se reduzirá ao mero mercado interno, consumidor por excelência mas, ao mesmo tempo, perigoso. Será mais atraente aplicar nos emergentes.
.
Resta o poder militar americano. Este, mesmo enfraquecido diante do fracasso no Iraque e Afeganistão, ainda é temido. Antes de submergir definitivamente, estou certo que tentarão uma última demonstração de força para o mundo. Uma guerra, uma operação nuclear. Este é o perigo.
***

11 de set de 2008

11 DE SETEMBRO


Evo Morales
Presidente da Bolívia eleito democraticamente
.
.
.
Esta é uma data repleta de simbologia.

Entrou para a história com os atendados ao WTC em 2001, em Nova Iorque.

Mas já fazia parte da história da humanidade. Em 1973, em Santiago do Chile, no Palácio de La Moneda, o general Augusto Pinochet liderava um golpe militar contra o presidente Salvador Allende, eleito democraticamente naquele país. Allende foi assassinado e iniciou-se uma das mais sangrentas ditaduras militares da América do Sul.

Hoje, neste 11 de setembro de 2008, outro golpe se aproxima.

Em La Paz, o também presidente eleito democraticamente, Evo Morales, enfrenta uma das piores crises da história recente da Bolívia. A oposição, representada pela elite empresarial da província de Santa Cruz de La Sierra, bloqueou o fornecimento de gás natural ao Brasil, seu principal parceiro comercial, e manifestações pelas ruas do centro de la Paz indicam uma possível tentativa de tomada de poder a força.

O povo Bolivariano irá resistir; um possível enfrentamento civil pode enfraquecer ainda mais a já fragilizada economia boliviana, que depende, basicamente, da exportação de gás. O comércio com o Brasil representa mais de 50% de todas as exportações da Bolívia, e a interrupção do fornecimento de gás poderá enfraquecer Morales.
Uma pena.

Num país predominantemente índio, Evo Morales representa mais de 75% da população; de origem indígena, identifica-se facilmente com o povo mais pobre daquele país. Há poucos meses, um referendo popular livre deu a Morales 2/3 de aprovação a seu governo. Esse é o motivo do levante iniciado pela classe média alta boliviana.

Vale pensar:

Nos três eventos que cito acima, os Estados Unidos estão intimamente ligados aos fatos. Sempre de modo negativo. Provocando a ira dos povos islâmicos, financiando golpes de estado ou apoiando grupos paramilitares e empresariais sem escrúpulos para fazerem o serviço sujo.

7 de set de 2008

O GOLPE

Passei a segunda metade do mês de julho e o mês de agosto inteiro sem postar, esperando que a mídia divulgasse o MOVIMENTO FORA GILMAR, que cito no post abaixo.

Nada.

Nem uma palavra.

Entretanto, a grande imprensa do país concentrou esforços para aumentar o tom das críticas ao governo brasileiro, principalmente para que se esquecesse o caso Daniel Dantas.
O delegado do caso DD foi afastado. Fizeram estardalhaço com os métodos da Polícia Federal; o STF se intrometeu na ação da PF ao limitar o uso de algemas; o ministro Gilmar Mendes apareceu na mídia como um grande homem, do lado da lei, dando pitacos no governo.
E o caso Daniel Dantas ficou esquecido ... escondido nas entrelinhas de colunistas oportunistas que se dizem jornalistas.
Vegonhoso!

A última, agora de revista Veja da editora Abril, foi atribuir a ABIN - e, em consequência, ao governo Lula - grampos telefônicos ao ministro Gilmar Mendes numa conversa com o senador Demóstenes Torres.
Provas? Desnecessárias! A editora Abril e o Sr. Civita consideram desnecessário provar o que escrevem. Mandei uma lista de perguntas ao jornalista Josias de Souza, da FSP, que aguardo as respostas. Coloco-as aqui:

1) Onde está a mídia gravada com a conversa supostamente grampeada?
2) Quem gravou? Se não podem divulgar o nome do araponga, em fidelidade ao sigilo da fonte, que digam se ele é funcionário da ABIN ou de alguma empresa privada de investigação.
3) Onde está a transcrição da conversa grampeada?
4) Porque o restante da imprensa brasileira noticiou o fato do grampo como verdadeiro, se não podem comprovar a veracidade da informação?'
E, por fim, 5) O que mais, ou quais outras conversas relevantes do ministro, ou do senador, foram grampeadas e qual seu conteúdo?

A explicação a tudo isso é uma só. A popularidade do presidente Lula, em alta constante e consolidada, representa crescimento nas campanhas municipais dos candidatos do PT e dos partidos aliados ao PT.
A Folha de São Paulo, através de seu jornal eletrônico www.uol.com.br admite, neste dia 07 de setembro de 2008, que a base aliada do PT lidera as pesquisas em 20 das 26 capitais brasileiras.
Isso sem mencionar os principais centros metropolitanos do Brasil, cidades que terão prefeitos eleitos que se colarem à imagem de Lula. Este fato é relevante, e merece ser levado em conta.

Enquanto as oposições, principalmente PSDB e DEM, percebem que perdem espaço diante da política social implantada por Lula e sua equipe, tentam se apoiar em notícias plantadas e/ou inventadas, divulgadas por um jornalismo comprometido que só pensa em seus próprios interesses. E esse acúmulo de mentiras e difamações ruma à campanha política de 2.010!

A lógica da canalhice política que sempre dominou este país é: se Lula ampliar sua base de apoio nas prefeituras importantes será difícil, se não impossível, não verem o próximo presidente da República ser alguém apoiado por Lula.

Esta é a democracia que prega a direita brasileira, representada por PSDB e DEM. Destruir, através de meios baixos e predatórios, a imagem de pessoas que sempre lutaram por um Brasil diferente, melhor, mais justo.

Só espero que não tenham êxito nessa tentiva de golpe. O povo, beneficiado pelas ações retas e objetivas do governo Lula, lhe dá respaldo, demonstrando não acreditar na mídia golpista, aumentando, a cada pesquisa, a credibilidade e aprovação ao governo do PT.
O povo não é burro!

13 de jul de 2008

MOVIMENTO FORA GILMAR!!!

*
Está sendo organizado, em São Paulo, um movimento de apoio ao Ministro Tarso Genro, à Polícia Federal e ao juiz De Sanctis, que emitiu dois mandatos de prisão contra Daniel Valente Dantas.

Nunca ví ser organizado movimento em apoio à polícia ... nem a federal.

Esse movimento popular não é organizado pelo PT, mas por pessoas comuns que se indignaram com os dois habeas corpus concedidos pelo ministro Gilmar Mendes ao orelhudo Dantas.

Será sábado, dia 19 de julho de 2008, no vão livre do MASP, na avenida Paulista.

Os manifestantes pedem a quem comparacer ao ato para não atrapalhar o trânsito nem a vida dos paulistanos.
*

12 de jul de 2008

DANIEL DANTAS E O STF

Daniel Dantas






É intrigante a relação existente entre o picareta Daniel Dantas, conhecido bandido brasileiro, denunciado diversas vezes por vários crimes, e o Ministro Gilmar Mendes, presidente do Supremo Tribunal Federal.
*
Em 24 horas, por duas vezes, depois de decretada a prisão do orelhudo (como Dantas é chamado pelo competente jornalista Mino Carta), o ministro Mendes expede habeas corpus livrando a cara desse sujeito.
*
Ainda, ao ler declarações de gente de sua quadrilha, a de Dantas, dizer que "o problema é a primeira instância do judiciário; no STJ e no STF é moleza!" dá para elocubrar quem estaria envolvido diretamente com o banqueiro Dantas.
E tem ainda a acusação de que ele teria oferecido 1 milhão de dólares a um delegado da Polícia Federal para não indiciar certas pessoas ...
*
Cheira mal essa história. Envolve tanta gente que já ouvi dizerem que se ele abrir o bico, cai a República.
*
A coisa está fedendo tanto, que não vemos na imprensa detalhes da merda. Só dizem que o orelhudo foi preso de maneira muito espalhafatosa. E, ao atrelarem as figuras folclóricas de Naji Nahas e Celso Pitta ao picareta Dantas, embaralham de tal forma as informações que a verdade quase desaparece.
*
Assim como desapareceram da mídia certos atores políticos, como o ogro Heráclito Fortes, o enfant-gatê Arthur Virgílio e o coronel Agripino Maia. Isso para não falar do vampiro-candidato José Serra ou do ex-chefe-da-turma FHC.
*
Será que essa gente tem medo das coisas que o banqueiro-orelhudo-picareta tem a revelar sobre as privatizações do primeiro mandato dos tucanos?
.
.

4 de jul de 2008

RESGATE DE INGRID BETANCOURT


O fantástico resgate de Ingrid Betancourt soou estranho.
.
As FARC - Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia - são um grupo paramilitar que tem base na selva. É lá que ficam os cativeiros.
.
Treinados para ataques de guerrilha, o grupo é bem armado; conseguiram esconder a candidata Ingrid durante sete anos na floresta .... e de uma organizada cilada do governo Uribe, eis que, sem nenhuma baixa, sem nenhum tiro, sem sangue, ela e mais outros reféns são libertados do cativeiro ... lí que o grupo de 12 reféns estava escoltado por DOIS guerrilheiros, que se renderam. Cara de filme de guerra americano.
.
Agora liberta, Ingrid Betancourt pode voltar a se candidatar à presidência da Colômbia e tentar derrubar o presidente Uribe que mandou, ao Congresso, emenda para aprovar seu TERCEIRO MANDATO. Mas ela diz considerar-se francesa, e já voôu para Paris, recebida nos braços de Sarkozy e Carla Bruni. Provavelmente nunca mais retorne à América do Sul. (seu semblante, obviamente sorridente, não parecia de alguém que viveu anos acorrentada e mal alimentada ... mas a cosmética evoluiu muito nos últimos anos).
.
A Rádio Suiça Romanda (RSR) divulgou que as FARC receberam 20 milhões de dólares para facilitar o resgate de Ingrid Betancourt. Isso pode explicar a encenação da ação de resgate.
.
É melhor não acreditar em tudo o que está sendo divulgado. Muitos interesses estão em jogo; a própria refém, por sua liberdade; o presidente Alvaro Uribe e seu projeto de mais tempo no poder; as FARC, perdendo terreno no campo político colombiano; o presidente Chavez, que já resgatou prisioneiros da Colômbia e estava com o cartaz muito elevado.
.
Enfim, faltam algumas respostas que, provavelmente, nunca serão esclarecidas.

27 de jun de 2008

BRAZILIAN BIOFUEL ...


Se alguém ainda tem dúvidas a respeito do Biocombustível, leia a matéria da ECONOMIST (clique aqui para ler a íntegra em inglês).
.
Alguém pode até achar que a revista foi escrita por Lula. Mas, analisando o etanol produzido à partir da cana-de-açúcar, a Economist conclui que é muito melhor que o etanol produzido do milho norte-americano.
.
Ao ler mais atentamente a matéria, vê-se que não é poluente, não ocupa a Amazônia (como querem os que são contra), deve ter barreiras de importação reduzida pelo governo americano, e é muito mais eficazmente produzido que o milho dos EUA.
.
Não vou citar o autor da frase, para não ser repetitivo, mas "quem critica o biocombustível tem as mãos sujas de óleo".

20 de jun de 2008

CASO ALSTOM / PSDB


Vamos lá.
Se a grande imprensa não quer falar a respeito, vou colocar no blog. Talvez alguém leia. Merece atenção.
.
A promotoria pública da SUIÇA, que está denunciando a empresa ALSTOM por envolvimento em corrupção, disponibilizou documentos (imagem ao lado) que comprovam o envolvimento de executivos daquela empresa com o pessoal do GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO, do PSDB. Tucanos. Sim!
.
Fala de um percentual de suborno destinado a abastecer as finanças do partido PSDB, o Tribunal de Contas do Estado e a Secretaria de Energia do Estado de São Paulo.
Para relembrar, o secretario de governo à época chama-se David Zilbersztajn. Genro de FHC.
.
O documento, repito, divulgado pelo Ministério Público da SUIÇA, foi mostrado no site do UOL (Folha) com muita discrição. Relata o percentual de suborno de 7,5%, que corresponde a R$ 8.250.000,00 (oito milhões, duzentos e cinquenta mil reais), é datado de 21/10/1997. Esse valor seria para conseguir um aditivo no contrato com a Eletropaulo.
.
Deu certo. A Alstom foi contratada para fornecer equipamentos no valor de R$ 110.000.000,00 (cento e dez milhões de reais).
Agora é esperar para ver no que vai dar.
.
Se é que vai dar em alguma coisa.