13 de nov de 2008

Mais Daniel Dantas.

***

Uma nova fase da Operação Satiagraha - ou, a retomada das investigações pós delegado Protógenes Queiróz - pretende incriminar definitivamente o banqueiro escroque do Opportunity.

Relatório parcial produzido pela Polícia Federal entregue à justiça reforça ainda mais as suspeitas de lavagem de dinheiro. Ricardo Saadi é o delegado chefe da operação, e está buscando fundamentar as acusações contra Daniel Dantas de forma que não reste outra opção ao judiciário que não seja o indiciamento do meliante.

Novas provas, indícios e testemunhos estão sendo juntados ao que sobrou da investigação de Dr. Protógenes; o Ministério Público Federal e o juiz Fausto Martin De Sanctis, titular da 6ª Vara Criminal Federal mantém o processo em sigilo absoluto.

Mesmo sem a leitura dos HDs apreendidos - que estão lacrados por ordem da ministra do STF Ellen Gracie - é possível pedir a prisão do sujeitinho com consistência. Desta vez, a coisa tem que andar, por mais que muita gente graúda esteja esperneando.

O marginal Daniel Dantas entrou com pedido de habeas corpus preventivo no Tribunal Regional Federal. Ele espera que, tendo em vista a colheita de provas através da leitura de e-mails do Banco Opportunity e de seus advogados, o processo seja anulado. Assim, ele recuperaria mais de 500 milhões de Reais apreendidos.

A oposição ao governo Lula deve começar a se preocupar. Partidos políticos, empresários, redes de rádio, TV e jornais envolvidos com a corrupção das privatizações do governo FHC, devem estar à beira de um ataque de nervos.

Pois que arranquem os cabelos! O preço a pagar será muito alto. Alguns políticos não terão cacife suficiente para bancar sequer uma boa noite de sono.

***

Nenhum comentário: