5 de abr de 2009

A Folha (tu)canalha.

***
Ficha de Dilma Rousseff, dos arquivos da ditadura
.
O Jornal Folha de São Paulo decidiu assumir a panfletagem à favor do candidato tucano à presidência, Coroné José Serra, ao publicar matéria, neste domingo, 05 de abril, tentando desqualificar a Ministra Dilma Rousseff.

.
Ao usarem expressões do tipo ex-guerrilheira, cérebro das operações, dirigente da VAR, sequestradora, etc., pretendem manchar a imagem que a Ministra-Candidata construiu ao longo de sua trajetória política.
.
Nota-se o desespero das editorias dos jornais da imprensa mais comprometida do planeta, provavelmente em virtude do crescimento do nome de Dilma nas pesquisas de opinião; recentemente, mais de 50% dos entrevistados disseram votar no candidato indicado pelo Presidente Lula.
.
Em entrevista a FSP, à jornalista(zinha) Fernanda Odilla, Dilma responde às provocações do jornal, ao ser perguntada se fez mea-culpa pela opção da guerrilha:
.
"Não. Por quê? Isso não é ato de confissão, não é religioso. Eu mudei. Não tenho a mesma cabeça que tinha. Seria estranho que tivesse a mesma cabeça. Seria até caso patológico. As pessoas mudam na vida, todos nós. Não mudei de lado não, isso é um orgulho. Mudei de métodos, de visão. Inclusive, por causa daquilo, eu entendi muito mais coisas.
.
Folha - Como o quê?
.
O valor da democracia, por exemplo. Por causa daquilo, (a tortura) eu entendi os processos absolutamente perversos. A tortura é um ato perverso. Tem um componente da tortura que é o que fizeram com aqueles meninos, os arrependidos, que iam para a televisão. Além da tortura, você tira a honra da pessoa. Acho que fizeram muito isso no Brasil. Por isso, minha filha, esse seu jornal não pode chamar a ditadura de ditabranda, viu? Não pode, não. Você não sabe o que é a quantidade de secreção que sai de um ser humano quando ele apanha e é torturado. Porque essa quantidade de líquidos que nós temos, o sangue, a urina e as fezes aparecem na sua forma mais humana. Não dá para chamar isso de ditabranda, não."
.
Diante deste espetáculo de ridicularização da mídia, perante a vontade popular de eleger livremente seus candidatos, convido todos os blogueiros sérios e independentes deste país a iniciarmos, desde já, a campanha DILMA PRESIDENTE.
.
É hora de eliminarmos a influência nociva da mídia comprometida brasileira.
Eles têm um preço a pagar pelas mentiras e calúnias que plantam; seus apadrinhados precisam ser desmarcarados.
.
A mídia corrompida deste país precisa voltar imediatamente ao seu lugar de origem.
A lama.

***

8 comentários:

Rosangela P. disse...

"Antes era o negócio do cofre do Adhemar, agora vem o Delfim. Ah, tem dó. Todos os dias arranjam uma ação para mim. Agora é o sequestro do Delfim? Ele vai morrer de rir."

Ela e nós que nos preparemos porque essa mídia horrorosa não sossegará.

A gente diz mídia, mídia, deveríamos dizer o nome e sobrenome dos mandantes da mídia, isso é uma máfia, que não quer deixar as tetas para enriquecer cada dia mais.

E vamos que vamos fazendo campanha pra eleger DILMA PRESIDENTE DO BRASIL.

SARAIVA13 disse...

Prezado Júlio,
Pode contar comigo para combater esta mídia partidária e golpista, comandada nos jornalecos pela F.S.P., sem esquecer que na TV o carro chefe é a Globo.
Forte abraço.
Saraiva

MOITAVERDEJANTE disse...

CORRETO! A LUTA JÁ COMEÇOU! VAMOS PRECISAR DE UM ENGAJAMENTO MAIOR DE QUANDO DA ELEIÇÃO PASSADA. ESSA "CORJA" PRECISA SER DESMASCARADA. VAMOS ENTRAR COM TUDO. A GLOBO NEWS NAS ENTREVISTAS QUE FAZ, COSTUMA SÓ LEVAR EX-MINISTROS DO INVEJOSO FHC, PARA CRITICAR O GOVERNO LULA. NÃO DÁ ESPAÇO PARA PENSAMENTO E EXPOSIÇÃO DE IDÉIAS E FATOS PRÓ GOVERNO .

Laguardia disse...

Júlio

O fato de ser contra Dilma Rouseff não significa ser a favor de Serra.

Os fatos históricos são estes e não são desmentidos por Dilma. Ela foi guerrilheira e assume. O que ela diz é que com a prisão e com a tortura ela se convenceu de que este não é o caminho.

Dilma naquela época lutava para instalar no Brasil um regime ditatorial semelhante ao de Cuba, mas hoje está convicta de que isto não está certo. Mudou de idéia.

Acho incorreto se acreditar que no Brasil só há dois lados. Ou se é PT ou se é PSDB.

No meu caso acho que o PT e o PSDB são farinha do mesmo saco e que a briga é de comadres. Portanto sou contra um e outro.

No momento não tenho partido nem candidato. Não votaria em Dilma nem em Serra. Vamos ver quais outros candidatos se apresentam.

A radicalização não traz nenhum benefício ao país.

rc disse...

E olha que os jornais estão até pegando leve, testando o terreno, depois daquele mico do Agripino Maia no Senado...

Guina disse...

A Folha de SP é uma vergonha!
Deveria era mostrar o que está acontecendo no estado com os desmandos cometidos por José Serra e Kassab: superfaturamento do Rodoanel, fraudes na compra de medicamentos, pedágios abusivos, escândalo Alstom, senador do PSDB de MT recebendo da Sabesp...
A preocupação em atacr Dilma é porque a Folha SP trabalha para promover Serra mesmo.
Essa é a realidade.
Mas Dilma em 2010 vai atropelar com o apoio de Lula e vamos calar a midia novamente!
GUINA publicou um post sobre.. Nem a Mídia Golpista Aguenta FHC

Anônimo disse...

Uma boa providência é lutarmos para que os assinantes dos jornalecos cancelem suas assinaturas. Já é um bom negócio que eles sintam no próprio bolso o reflexo do lixo que escrevem. Uma outra frente de luta é pressionar que o governo NÃO PAGUE e NÃO FAÇA propaganda nestes meios de comunicação. Em São Paulo, o José Serra se blindou com esse tipo de operação que, em qualquer circunstância, se traveste de "movimento democrático para propagandear as ações do governo à população, aproximando ambos". Não há um meio de comunicação que tenha feito, nesses meses, alguma crítica ponderada e fundamentada contra essa aberração política chamada José Serra e, para a nossa infelicidade, nunca vi tanta propagando do Governo do Estado sendo vinculada (é claro que com dinheiro público), para exaltar a administração-cancro do vampiro da meia-noite.
Uma outra é mandarmos e-mail´s aos "jornalistas". Por exemplo, já mandei vários para o obtuso so Gilberto Dimenstein que tem produzido mais lixo do que o normal. É óbvio que esta infeliz figura do "jornalismo superficial e medíocre brasileiro" tem tomado uma posição em favor do Serra. Ainda não sabemos os interesses por detrás disso, mas é óbvio que deveria haver uma investigação sobre a ONG que ele mantém, e quais as benesses que a FSP ganha com isso.Até agora ninguém levantou a bola.

Ligia Muccillo disse...

Essa mídia é uma vergonha!!
Se a Dilma continuar os projetos do Lula, ela é a melhor opção.
Gostei do Blog.