5 de out de 2009

100 dias de golpe.


Honduras, 05 de Outubro de 2009. Exatos 100 dias após a derrubada do presidente eleito democraticamente, Manoel Zelaya, em 28 de Junho, a imprensa insiste em classificar o golpista Micheletti de Presidente Interino.

Interino?

Presidente Golpista, é como deveria ser chamado. Usou a força para cuspir na Constituição Hondurenha e, mesmo assim, é visto com bons olhos pela imprensa corrupta e comprometida do Brasil.

Quando os golpistas fecharam a TV36 não li, ouvi, ou soube, dos gritos da midia brasileira contra a censura e a falta de liberdade de imprensa, como quando Hugo Chavez fez o mesmo em Caracas.
Pelo jeito, a midia mais comprometida do planeta está se comprometendo, também, com os golpistas hondurenhos. Por sorte, a diplomacia brasileira está agindo com o caráter e firmeza necessários para deixar clara a posição do Brasil:

Fora, golpistas!

Respeito à democracia é assim.

***

2 comentários:

Bora Vitória! disse...

Bora atualizar isso aí!!!!

Talita disse...

.