2 de mar de 2010

CONDENADO POR IMPROBIDADE

***
O Ministério Público Federal do Ceará moveu ação por improbidade administrativa contra Byron Costa de Queiroz, ex-presidente do Banco do Nordeste do Brasil - BNB - e outros diretores.
A Justiça Federal decidiu pela condenação de todos. Foi imposta pena de ressarcimento de mais de 7 bilhões de Reais, multa e perda dos direitos politicos, no caso de Byron, por oito anos.
São diversos os crimes cometidos pela "quadrilha" que assaltava o BNB. Tudo entre 1997 e 2000, época do então presidente FHC, o nefasto.
Byron Costa de Queiroz é apadrinhado de Tasso Jereissati, o Coronel do Ceará, dono da afiliada Globo e do Shopping Iguatemi de Fortaleza. Mais que Coronel, é um Imperador.
Engraçado é que, ultimamente, tem mostrado os dentes e cogita, até, ser candidato a vice na chapa puro sangue de outro Coroné, o Zé Serra, diante da desistência de Aécio Neves.
Uma fonte do DEM me disse que ainda tem esperança que Aécio aceite a composição da chapa, caso contrário, os eternos aliados dos tucanos pretendem morder com força o que lhes restou da composição DEM-PSDB.
Do jeito que a coisa anda, talvez não sobre nome nenhum para concorrer com Dilma Rousseff. Existe o risco de vitória por W.O. tamanha a incompetência politica da oposição.
A conferir.

***

Nenhum comentário: