2 de fev de 2010

A MENTIRA DO CORONÉ SERRA.

***

Deve ser desespero.

Ou falta de assessoria.

Ou desespero da assessoria.

O Coroné-candidato Zé Serra deu prá mentir descaradamente, agora.

No sitio da Secretaria de Segurança Pública do estado de São Paulo, na data de hoje, a chamada é para a tendência de diminuição dos índices de criminalidade. Clique aqui para ir ao sitio.

Repare na mentira estampada na reprodução abaixo. Segundo Houaiss, "tendência" é evolução de algo num determinado sentido.

O Coroné-candidato quer nos fazer crer que os índices de criminalidade de São Paulo estão diminuindo e, para isso, utiliza a fraude dos números.
Ele compara dados de períodos muito próximos, por exemplo, apenas os dois últimos trimestres de 2009 e esquece de ampliar a base de cálculo para, aí sim, determinar uma "tendência".
No texto de introdução do resultado da pesquisa trimestral, abusam ainda mais da boa-fé dos paulistas: diz que na Grande São Paulo houve redução de 17,9% nos casos de homicidios dolosos e sublinha, mais adiante, que no interior estes crimes aumentaram em 3,2% no mesmo período.
Ora, a Grande São Paulo não é o estado todo; há mais habitantes no interior que na capital. Porisso, usar este dado, mesmo que provisoriamente verdadeiro, dá a clara sensação de que ele, o Coroné-candidato, está querendo nos fazer de tolos.
Este blog teve a paciência de recolher os dados da própria Secretaria de Segurança para montar uma tabela de evolução do crime no estado de São Paulo. Veja os números abaixo.


Foram incluídas as ocorrências que o SANDÁLIAS DO PIRATA acredita serem relevantes para a montagem do mapa do crime.

Há muitos outros listados no sitio da Secretaria, em relatórios trimestrais acessíveis a qualquer cidadão.Não é dificil perceber que aquilo que o Coroné-candidato chama de "tendência" é exatamente oposto ao que se divulga.

Os números da criminalidade subiram de forma espantosa nos últimos anos, mesmo que alguns deles tenham diminuído, como no caso de roubo a bancos.
No comparativo 2008/2009, trimestre a trimestre, nos 6 crimes listados, apenas um diminuiu. Podem argumentar que este blog optou por relacionar crimes com expressivos aumentos. Podem.
Mas é justo supor que crimes CONTRA A PESSOA, HOMICIDIOS DOLOSOS, LATROCINIOS, ESTUPROS, ROUBOS DE VEICULOS e BANCOS façam parte dos piores pesadêlos que o morador de São Paulo - e do resto do mundo!! - podem vivenciar.
Vejam, por exemplo, a quantidade de ESTUPROS denunciados no estado de SP em 2009:
5.647 pessoas sofreram este tipo de abuso. Geralmente, mulheres (a pesquisa não especifica o sexo). Aumento de mais de +66% em relação ao ano anterior.
71.842 veiculos foram roubados no estado em 2009. Mais de +17% de aumento. Entende-se por roubo quando usa-se violência. O relatório da Secretaria também relaciona furto de veículos, com outros números. Logo, a quantidade é ainda maior.
304 pessoas perderam a vida em assaltos em 2009, no estado de São Paulo, representando aumento de quase +14% em relação a 2008.
O que este blog notou, ao tabular dados desde 2006, usando o mesmo critério de crimes acima listados, é que no ano 2008 houve ligeira redução de alguns crimes, exceto o item ROUBO A BANCO que despencou mais de 40% de 2006 para cá. Entretanto, os números de 2009 deixam claro que o crime recrudesceu no estado mais rico e populoso do Brasil.
Isso, sim, pode ser considerado "tendência".
O entendimento de que o crime é cíclico, ora aumenta, ora diminui, é fundamental para enfrentá-lo. Ele ocorre por várias razões, que os especialistas estudam em busca de soluções.
Usar números parciais, em pequenos intervalos, maquiados; dados de crimes pouco relevantes para a vida do cidadão comum, realçando regiões que mais interessam dentro de um amplo universo, é a cabal demonstração que o Coroné-candidato Zé Serra MENTE.
Enganar o eleitor com mentiras é a prova da incompetência do candidato em começar a resolver o problema - que é grave e está se tornando gravíssimo.
***
Este blog desafia qualquer pessoa a provar, baseada em números corretos, num intervalo de tempo suficiente, que a "tendência" da criminalidade no estado de São Paulo está diminuindo.

***

Nenhum comentário: