15 de set de 2010

Males a extirpar.


***
Dilma Rousseff é um fenômeno eleitoral que incomoda algumas pessoas. Poucas, mas barulhentas.

Editoriais da Folha de São Paulo e do Estadão revelam o verdadeiro compromisso desses veículos de comunicação com o que há de mais reacionário e atrasado na vida politica brasileira; atacam a candidata Dilma e o Partido dos Trabalhadores com frases de efeito que, imaginam, podem mudar o rumo da eleição de 03 de Outubro.

 Não mudarão nada. Absolutamente nada. Pela simples razão de que a grande midia já não é levada a sério – a não ser por aqueles que ela trata de apoiar: a direita caduca tupiniquim.
***
Alguns blogueiros progressistas analisam a atual corrida eleitoral, recheada de denúncias e acusações contra a candidata lider nas pesquisas, Dilma Rousseff, como um sinal de alerta à campanha do Partido dos Trabalhadores.

Este blog não vê a menor sombra de risco para a vitória. Pelo contrário, a reação desmedidamente agressiva da midia – e de seu candidato preferido – denuncia que Dilma será eleita em primeiro turno.

Tentar, a qualquer custo, colar uma imagem de guerrilheira, assassina, autoritária, ou qualquer outra, em Dilma Rousseff é a demonstração cabal do desespero que acomete a direita. Diante da curva ascendente nas pesquisas, não resta outra possibilidade à oposição que não seja atirar para todos os lados, com ou sem responsabilidade, na esperança de provocar alguma reação no eleitorado.
***
Li, também, sobre a tal bala de prata. Como última tentativa, como uma carta na manga, a direita lançaria, via web, calúnias terriveis sobre a vida privada de Dilma Rousseff.

Balela.
O marketing eleitoral da oposição é uma peça decorativa da campanha. Desde a escolha do candidato, de seu vice, das locações do programa de TV, dos textos lidos no teleprompter à postura do candidato nos debates, tudo é decidido pelo próprio candidato. Até a inserção da imagem do Presidente Lula em seu programa gratuito na TV.

Falar em bala de prata no Brasil, a esta altura do campeonato, é ingenuidade ou excesso de cautela. O eleitor não é aquele que em 1.989 votou em Collor, nem o que elegeu FHC, o nefasto, duas vezes. O eleitor de Dilma Rousseff é a parcela da sociedade que ascendeu, que progrediu, que teve a carteira assinada, que comprou uma geladeira à prazo, um carro financiado, uma casa.

Quem vota em Dilma Rousseff espera a continuidade do que está sendo feito hoje, por Lula e pelo PT; não quer arriscar eleger um conhecido que já esteve lá e pouco fez. É fácil constatar essa realidade. Basta sair às ruas e conversar com as pessoas.

É exatamente a falta de conversa com o povo que acomete a campanha da oposição de um mal irreversivel: a soberba! Eles acreditam que ainda podem tutelar o povão. Engano crasso.
***
O discurso de ontem do Presidente Lula em Florianópolis, quando se pronunciou para uma multidão que o aguardava ansiosamente, foi um golpe no fígado da direita.

A frase de Lula "... DEM, que nós precisamos extirpar da politica brasileira." provocou reações de todos os veículos de comunicação comprometidos com a candidatura tucana*.

Foi uma espécie de vingança de Lula contra os Bornhausen, coronéis de Santa Catarina. Em 2005, o então presidente do PFL, hoje DEM, Jorge Bornhausen, declarou : "... vamos nos ver livres desta raça (PT) durante pelo menos 30 anos".

Tivessem tido capacidade, teriam se livrado desta raça com certeza.
Não tiveram.
Tudo indica que Dilma Rousseff terá.
***
* Cláudio Lembo, ex-governador de São Paulo, em entrevista a Bob Fernandes, do Terra Magazine, declarou que: "a midia se engajou na campanha, a midia tem candidato: José Serra." Clique aqui para ler a entrevista.
***

2 comentários:

Carlos Frank disse...

Serra perdeu os cabelos depois que adotou o método de mentir descaradamente para seus eleitores.Cientistas descobriram que não só o nariz do pinóquio cresce, como também caem as madeixas quando se falta com a verdade.Vejam as olheiras do Zé e seu aeroporto de mosquito!Cara!Vai prá casa descansar,pare com essa obsessão de querer um título que não lhe pertende.

maria fernanda disse...

Que lindo o texto que leio aqui.Maravilhoso,Dilma sempre,temos que mostrar o nosso valor com nosso voto.