26 de fev de 2009

Capitalismo Flex



De acordo à agência de notícias France Press, o presidente dos Estados Unidos, Barack Hussein Obama, declarou que sua administração estuda a elaboração de um "código de conduta" para o setor financeiro americano.

Ele argumenta que as normas em vigor são do "século XX", portanto, defasadas.

Ao inteferir na economia mundial, o novo presidente dos EUA estará criando o Capitalismo Flex, ou seja, uma forma de intervenção no mercado capitalista, no mais velho estilo Marxista.

Quem quiser, escolhe o que achar melhor!

A desculpa de Obama é que "... mercados financeiros fortes devem ter um código de conduta claro, que proteja o consumidor e o investidor, e que não atrapalhe as instituições financeiras para, no final, manter estas instituições financeiras mais fortes."

É só despejar bilhões de dólares em empresas e bancos em dificuldades e esperar pela nova crise, que certamente, virá. A economia de mercado, conforme o pensamento da Escola de Chicago, prevê que o mercado pode tudo, desde que os governos sustentem a quebradeira depois.
É o que Obama está fazendo.

Enquanto isso, os lucros foram privatizados, e os prejuízos, socializados.

***

Nenhum comentário: