29 de jun de 2009

Transparente só no discurso.

***
atualizado em 30.07.2009 às 12h34

O senador Heráclito Fortes, do DEM, ex-PFL, do Piauí, ferrenho crítico do senador José Sarney no caso dos atos secretos, foi pego com a boca na botija. (E que boca!)
Heráclito, com uma espantosa agilidade, divulgou 663 atos administrativos do Senado Federal.
Mas esqueceu de divulgar depesas por ele autorizadas, quando presidia o Grupo Brasileiro de União Interparlamentar, no valor de R$ 700.000,00. Setecentos Mil Reais!


A revista Isto É diz que heráclito administrou meia transparência e agora é um dos protagonistas do escândalo dos atos secretos. Leia matéria clicando aqui.
Outro que gosta muito de falar as verdades que lhe convém, é o senador Arthur Virgílio, do PSDB-AM.
Pediu a cabeça de Sarney, gosta de gritar loucamente quando vê um microfone; já insultou e ameaçou o Presidente Lula e, agora, descobre-se que ele recebeu empréstimos do funcionário do Senado envolvido nos escândalos dos atos secretos, o vilão Agaciel Maia.
O Folha OnLine (clique aqui para ler a matéria, só para assinantes) diz que Virgílio teria tomado emprestado R$ 10.000,00 de Maia. Dez Mil Reais! Para pagar despesas de viagem a Paris!



Tudo confirmado pelo Subchefe do gabinete de Virgílio, Carlos Homero Vieira Nina.
Pois é.
Todos sabiam que a turma do governo anterior estava na mesma lama do senado. Os atos secretos datam de anos atrás, mas querem fazer parecer que é história recente, obra de José Sarney. Tudo porque ele - e seu partido - apóia o governo Lula.
Tempos atrás, o Coroné Zé Serra pediu a seu chefe, o nefasto FHC, para que impedisse Roseana Sarney de se lançar candidata a Presidência da República. Todo mundo sabe como esta história terminou, com a invasão do escritório do marido dela, pela Policia Federal, e a apreensão de dinheiro vivo.
Numa empresa privada.
Nunca se esclareceu o assunto. O inquérito deve ter sido arquivado, assim como a candidatura da filha de José Sarney.

Assim caminha a oposição!
-----------------------------------------------------------------------
A Folha de São Paulo, em sua edição de 30/07/2009, informa que o Subchefe do gabinete de Arthur Virgílio, Carlos Homero Vieira Nina, nomeou por ato secreto sua irmã, Ana Cristina Nina Ribeiro, em 20 de março de 2007, para cargo da direção geral do Senado, com salário de R$ 7.484,43. Sete Mil Quatrocentos e Oitenta e Quatro Reais e Quarenta e Três Centavos.
Além da irmã de Homero, o todo-poderoso senador Virgílio nomeou ainda, através de atos secretos, a mulher e os três filhos de seu subchefe de gabinete.
Ainda assim, o falante senador, líder do PSDB no Senado, julga ser um paladino da moral e da justiça, pedindo a renúncia de José Sarney.
Arthur Virgílio : vá liderar em outra freguesia!

***

25 de jun de 2009

O REI DO POP



Michael Jackson, o rei do pop, é a última manchete dos jornais.
Aos 50 anos, vítima de parada cardíaca, morreu em sua mansão em Bel-Air, Los Angeles.
Sempre foi vítima de acusações de todos os tipos; sua vida particular parecia interessar mais aos jornais que sua brilhante carreira artística.
Especulações à respeito de sua preferência sexual o levaram aos tribunais, acusado de abuso sexual contra menores. Sua genialidade como cantor e dançarino ficaram à margem das matérias jornalísticas que acusavam o negro Michael Jackson, sem nunca ter sido provado nada.
Prodígio desde criança, bateu todos os recordes em vendagem de discos. Seus shows lotavam de fãs. Com o disco Thriller, de 1982, vendeu mais de 100 milhões de cópias.
As razões que levam a imprensa a derrotar um vencedor como Jackson são bizarras. Um negro, filho de metalúrgico, pobre, lançou-se no mundo da música com imenso talento. Tornou-se milionário e alvo de inveja. Dava publicidade falar mal dele.

Morreu hoje, solitário. Uma ligação ao 911 partiu de sua casa. Enviaram paramédicos ao local. Ele já não respirava mais quando o atenderam, disse o capitão Steve Ruda, do Corpo de Bombeiros de Los Angeles.
Mais um mito chegou ao fim.
Talvez agora o deixem em paz.
***

22 de jun de 2009

O CAIXA 2 TUCANO NO PR

***
Ninguém deu essa manchete. Então, este blog dá.
O Jornal Gazeta do Povo (Curitiba-PR) publicou reportagem denunciando o Caixa 2 da campanha à reeleição do prefeito Beto Richa, do PSDB paranaense.
Um video, produzido por um integrante do PRTB que apoiou Richa na eleição passada, mostra alguns candidatos do partido recebendo dinheiro em troca da renúncia a suas candidaturas à vereança de Curitiba.
Pelo menos 28 candidatos do PRTB receberam dinheiro. 23 aparecem no video. Todos eles desistiram do lançamento de suas candidaturas e passaram a apoiar Beto Richa, apesar do partido ter fechado oficialmente com o Fabio Camargo, candidato a prefeito pelo PTB.
O presidente estadual do PRTB, Marino Teixeira, disse que todos os candidatos que renunciaram em favor de Richa foram expulsos do partido, e classificou de crime eleitoral o pagamento pelas renúncias.

Imagem publicada no diário paranaense Gazeta do Povo

O candidato a vereador pelo PRTB, João Flausino, conhecido na cidade como Linguiça de Circo, disse ter sido procurado várias vezes por membros do PSDB local com ofertas de vantagens caso desistisse de concorrer. Não desistiu e foi o campeão de votos pelo partido (1.710). “Eles ofereciam alguma coisa, meio entre parênteses. Diziam: ‘Venha nos apoiar que depois você vai sair bem’”, disse. E completou: “Aqueles que desistiram não desistiram de graça”.
O Fantástico de domingo mostrou parte das imagens produzidas por Alexandre Gardolinski, coordenador do comitê dissidente do PRTB pró-Richa. Mas não deixou clara a origem do dinheiro. Levantamento do Gazeta do Povo apurou que estas “despesas” não foram contabilizadas na campanha de Beto Richa, e seriam provenientes do Caixa 2.
Os candidatos derrotados no pleito de 2008, Gleisi Hoffmann (PT) e Carlos Moreira (PMDB), disseram ao Gazeta do Povo que pretendem pedir uma minuciosa investigação ao TRE-PR.
Os envolvidos no video dizem que o dinheiro serviu para quitar dívidas de campanha. (De campanha que não existiu!).
O prefeito Beto Richa demitiu os aliados que trabalhavam na prefeitura, o secretário municipal de Assuntos Metropolitanos, Manassés Oliveira, o superintendente da secretaria, Raul D'Araújo Santos, Alexandre Gardolinski, que trabalhava na Secretaria do Trabalho de Curitiba, o assessor técnico da Secretaria de Esporte e Lazer Luiz Carlos Déa, a assistente administrativa da prefeitura Cristiane Fonseca Robeiro, o chefe de equipe de apoio técnico do gabinete do prefeito Gilmar Luiz Fernandes e o gestor público da Secretaria Municipal de Governo Luiz Carlos Pinto.
Vai ver, o senador Álvaro Dias (PSDB-PR) está querendo derrubar o prefeito da capital, candidato natural ao governo do estado do Paraná, Beto Richa, lider das pesquisas para governador em 2010, ao permitir a denúncia, ainda que discreta, no Fantástico.
Como se pode notar, é mais uma armação tucana.
***

19 de jun de 2009

A conquista da Asia.

***
Minha amiga Lúcia Orpham, do Blog do Orpham, enviou reportagem publicada no El País de 18/06, sob título "Nova etapa de Lula na conquista da Asia." Clique aqui para ler a reportagem na íntegra, em espanhol.
Juan Arias, do Elpais.com, escreve sobre o avanço de Lula na Asia.
Em reunião com o presidente kazaki, Nursultán Nazarbáyev, Lula sugeriu que os países emergentes devem ter maior peso nas decisões da ONU, inclusive nas iniciativas internacionais de desarmamanto nuclear, além de se posicionar contra a proliferação de armamentos de extermínio em massa e sobre o comércio bilateral entre Brasil e Kazakstão.
A agenda anterior de Lula o levou a Ekaterimburg (Russia), para participar de reunião dos BRIC - Brasil, Russia, India e China, onde discutiram sobre o domínio do dólar nas transações comerciais internacionais. O BRIC pretende reforçar o sistema financeiro internacional para dar maior protagonismo aos emergentes.


Lula, vestido ao estilo kazaki, ao lado do presidente Nursultán Nazarbáyev- EFE

A reportagem diz que o papel do Brasil e do presidente Lula, tanto na primeira reunião do BRIC como na visita ao Kazakstão, é importante devido às características do Brasil, por sua capacidade de diálogo e pela perspicácia de Lula, que olhou para a Asia desde que chegou ao poder, visando alargar os horizontes do Brasil e da América Latina.
"A visita ao Kazakstão pode parecer simbólica", diz trecho da reportagem, e continua: "Mas é mais que isso. Lula sabe que o país é rico em gás natural e petróleo, que duplicaram as compras de produtos brasileiros e que pretendem ampliar suas relações econômicas. (...) Lula está aproveitando para mostrar ao mundo uma nova ordem mundial e intui que o Brasil, como futura potência, não pode manter-se fechado em si mesmo."
A reportagem termina citando palavras do embaixador Marcos Azambuja que diz que, entre os BRIC, somos o país mais avançado institucionalmente, e menciona, ainda, o Ministro Mangabeira Unger, catedrático de Harvard e ex-professor de Barack Obama, que afirmou sermos um país democraticamente estável como qualquer outro do primeiro mundo.
Como se vê, a imprensa estrangeira dá um peso ao Brasil que a midia local esconde. As manchetes dos periódicos brasileiros deram maior ênfase à foto de Lula usando trajes típicos do Kazakstão que à repercussão internacional dos encontros.

Lula sabe que só nos tornaremos realmente desenvolvidos se nos unirmos aos países emergentes, com as mesmas características que as nossas; está comprovada a ineficácia da dependência dos EUA e do bloco europeu ocidental. O respeito que merecemos virá à partir de demonstrações como esta, de força política e perspicácia.

"O cara" criou o roteiro que devemos seguir para inserir o Brasil na posição que merecemos no cenário internacional.

E está conseguindo.

***

17 de jun de 2009

A farsa do Ocidente contra o Irã

As eleições da última semana no Irã estão revelando uma enorme farsa liderada pelos Estados Unidos.
A imprensa ocidental mundial está bombardeando o resultado das eleições que reelegeram o presidente Mahmoud Ahmadinejad.
Os governos da Inglaterra, Alemanha e França insistem que o resultado foi fraudado. Repetem imagens de manifestantes pró Mir Hossein Mousavi, candidato derrotado, mas escondem as centenas de milhares de pessoas que saem às ruas em apoio a Ahmadinejad.
Muito barulho por nada.
Na verdade, o presidente do Irã é o segundo na hierarquia de poder daquele país. O número um, aquele que, por lei, tem poder de resolver qualquer problema, é esse senhor da foto ao lado, com cara de Papai Noel. Aiatolá Ali Khamenei.
Além do mais, o candidato da oposição a Ahmadinejad não é muito diferente. Todos os políticos do Irã devem se submeter às leis do Corão. Desde 1979, com a derrubada do Xá Reza Pahlevi e a tomada de Teerã pelo Aiatolá Khomeini.
Portanto, as alegações de fraude - nenhuma comprovada até o momento - são puramente especulativas e visam desestabilizar o país, ao estilo George W. Bush.
A parte séria da mídia estrangeira tenta reestabelecer a verdade.
Ken Ballen e Patrick Doherty, jornalistas do Washington Post, publicaram matéria em 15/06/2009 sob o título : O povo iraniano fala. (The Iranian People Speak - clique para ler a matéria na íntegra, em inglês).
Nela, eles lembram que pesquisa de intenção de votos realizada no Irã, três semanas antes do pleito, davam vantagem a Ahmadinejad na proporção de 2 a 1. Veja gráfico abaixo.


Clique no gráfico para ver a pesquisa completa, em pdf.
O que se percebe é o temor do ocidente em relação àqueles que não aceitam os Estados Unidos como líderes mundiais. O Irã é um caso típico de país que resiste aos apelos do capitalismo ocidental, e isso incomoda lideranças norte americanas e européias.
É difícil entender um país chefiado por um líder religioso, cujos poderes são infinitos e soberanos. Mas parece ainda mais difícil, para alguns líderes de olhos azuis, entender que a organização de certos países deve ser assim, e que a democracia-modelo que os EUA querem impor é um fracasso no oriente.
A sociedade iraniana é uma das mais antigas e bem organizada. Por maiores que sejam os apelos do capitalismo ocidental, seu povo culto e sofisticado resiste. O perigo real de ataque militar dos EUA ou Israel, ou ambos, faz com que o Irã permaneça ainda mais fiel ao Islamismo. O Iraque foi aniquilado. Os civis, subjugados pelo exército norte-americano. O Irã deve ser a bola da vez.
A farsa está armada.
***

13 de jun de 2009

ENQUETES

***
Algumas pessoas tem o hábito de criar enquetes com o objetivo de confirmar determinados pontos de vista de interesse particular.

É o caso da Folha (tu)canalha de São Paulo.

A imagem à esquerda mostra uma enquete de 09 de junho, com a pergunta "Você aprova a decisão da Petrobras de vazar em blog as perguntas feitas por jornalistas (...) que ainda não foram publicadas"?

Obteve 2.884 votos e a maioria esmagadora respondeu SIM - 85%. Clique na imagem para ir à enquete da Folha.

Diante disso, fica a sugestão ao jornal(eco) de também apoiar a iniciativa da Petrobras, visto que 2.459 leitores/internautas são favoráveis.

Outro que enveredou para a criação de enquete foi o senador Álvaro Dias, do PSDB.

Devem ter convencido o pobre coitado a perguntar, em seu blog, "Quem foi o melhor presidente para o Brasil?".

A imagem ao lado mostra que 65% optaram por Lula, contra 34% à favor do nefasto FHC. Clique na imagem para ir à página do senador.

Ele, como se estivesse surpreso, ainda comenta:

"Não concordo com a opinião da maioria dos votantes (...), mas respeito. A democracia tem que ser vivida mesmo quando nos contraria".

Sinceramente, não entendo porque um jornal e um senador se prestam a este tipo de provocação. Ambos sabem - ou deveriam saber - de antemão os resultados. Se suas angústias os levam a perder tempo diante da esmagadora vontade de seus leitores/eleitores, é porque são ingênuos. Ou mal intencionados.

Responda você, leitor do SANDÁLIAS DO PIRATA, qual a sua opção:

( ) ingênuo
( ) mal intencionado

Não pretendo computador os votos. Já conheço o resultado.

***

12 de jun de 2009

Nunca antes na história deste país ...

***
... a taxa básica de juros, SELIC, esteve tão baixa.


Apenas um dígito. E a tendência é, ainda, de queda maior.
.
O gráfico abaixo mostra a evolução da taxa ao longo dos últimos anos, desde 1999 até hoje.
.



É espantoso o desempenho da SELIC depois de Lula ter assumido a Presidência da República.
.
O efeito prático da queda vertiginosa se traduz na confiança que o sistema financeiro brasileiro adquiriu perante o mundo das finanças. O respeito que o país conquistou nos coloca numa posição equilibrada e respeitada em todos os cantos do mundo.
.
Os críticos diziam que a diminuição da taxa devia ter acontecido mais cedo, e/ou deveria ter sido mais acentuada.
.
O fato concreto é que o Brasil atingiu a maturidade econômica ao ultrapassar a maior crise dos últimos 80 anos sem grandes problemas. O reflexo da solidez de nossa economia permitiu ao Banco Central, neste momento, reduzir a SELIC a esta taxa histórica.
.
Ou seja, fizemos um gol de placa e estamos a poucos meses de dar olé no adversário tucano e conservador.

***

10 de jun de 2009

O orgasmo da Folha.

***

Finalmente, passados 7 anos desde a primeira posse do presidente Luis Inácio, a Folha (tu)canalha de São Paulo expressou seu orgasmo jornalístico.

Decretou a recessão no Brasil!

Usando um texto baseado na regra mais universalmente adotada, como diz a matéria de capa, esta quarta-feira, 10 e Junho de 2009, é um marco histórico para o jornal.

Segundo o dono do periódico, dois trimestres consecutivos de queda no PIB (...) significam que o Brasil entrou em recessão.

Parabéns à Folha!

Usou uma técnica muito conhecida do jornalismo rasteiro, de esgoto. Classificar, utilizando-se de expediente baixo, um momento particular e passageiro da economia para dizer que o país está enfrentando problemas.

Não cola. Já saimos da recessão e estamos em franco crescimento. Aliás, a recessão nem foi percebida na última pesquisa de avaliação do governo, que obteve índices recordes de popularidade.

Fecharemos o ano no azul, com números superiores ao crescimento do resto do mundo.
Tudo indica que estamos no rumo correto, para desespero da imprensa mais comprometida do planeta.

A Folha (tu)canalha de São Paulo, porta voz do Coroné Zé Serra, seu candidato a presidente da República, atingiu o delírio orgásmico ao publicar esta capa, acima reproduzida. O gozo de prazer deve ter sido espetacular. Mas, assim como o decréscimo do PIB, momentâneo e passageiro.

Folha: de rabo preso ao rabo dos outros ratos !

***

8 de jun de 2009

PETROBRAS - fatos e dados

***

Muito boa a iniciativa da PETROBRAS de criar seu blog para estreitar seu contato com a população.

O Blog da Petrobras - Fatos e Dados é o canal que a Companhia escolheu para defender-se das manobras que a midia mais comprometida do planeta pretende utilizar durante a CPI. Clique aqui para ir direto ao blog.

Header do Blog da Petrobras


Logo nas primeiras postagens, criou reações de certos jornalista(zinho)s que reclamam da publicação que a Petrobras fez de entrevista no jornal O Globo.
Ora, se a Petrobras é a fonte da matéria, onde está o problema em se publicar a íntegra da entrevista?
Ou o jornalista queria, antes de publicar, editar a matéria de acordo aos interesses de seus patrões?

Fica claro o medo que certos veículos da imprensa terão com a publicação de respostas abertas a todos os leitores. Não são capazes de assumir, a parte podre da midia, o interesse político-econômico que os move neste momento histórico do Brasil.

Tão claro, que até criaram um BLOG PIRATA da Petrobras, com o mesmo header, nome muito parecido, escrito por gente acostumada ao ofício de escrever, para denegrir a imagem da empresa e publicar bobagens à respeito do Blog oficial.

Assim se faz democracia. Infelizmente, é preciso utilizar canais de comunicação diretos com a sociedade para poder divulgar a verdade.

Parte da imprensa brasileira, comprometida até o pescoço, não tem capacidade de publicar assuntos de interesse da imensa maioria dos brasileiros sem mentir.

Parabéns a Petrobras por esta vitória!

***

2 de jun de 2009

Outro Fernando MANÉ!

***

Fac Simile do corpo do artigo publicado em 01/06/2009

Seu nome é Fernando Barros e Silva. Editor do caderno Brasil da Folha (tu)canalha de São Paulo.

Tentou escrever sobre a publicidade que o governo Lula está implantando.
Na verdade, foi uma queixa, e demonstra a verdadeira razão para tantos ataques contra Lula, o PT e a sociedade que o apóia.

A FSP já foi chamada de Irresponsável, leviana e sensacionalista pela juíza de direito de Porto Alegre Dra. Maria Lúcia Boutros Buchain Zoch Rodrigues (leia aqui).

Agora, este Diário Oficial do Coroné José Serra faz acusações criminosas contra os blogs independentes, como o SANDÁLIAS DO PIRATA e tantos outros.

Seu artigo (?) publicado em 01/06/2009 sob o título O Bolsa-Mídia de Lula é uma afronta à liberdade de expressão e à democracia. Revela a face mais obscura deste diário paulistano que apoiou a DITADURA MILITAR e que, hoje, transformou-se num jornal de rabo preso ao rabo dos ratos. Clique aqui para ler o artigo (só para assinantes)

Seu texto aponta que o governo do Presidente Luis Inácio Lula da Silva, em 2003, anunciava em 499 veículos de comunicação. Em 2009, este número saltou para 2.597. Um aumento de 961%.

Ele diz: essa explosão capilarizada da propaganda oficial irrigou primeiro as rádios (270 em 2003, 2.597 em 2008), depois os jornais (de 179 para 1.273) e a seguir o que é catalogado como "outras mídias", entre elas a internet, com 1.046 beneficiadas em 2008.

E continua: Na prática, significa que o governo promove um arrastão e vai comprando a mídia de segundo e terceiro escalões como nunca antes neste país.

Arrastão?
Comprando a mídia?
Quer dizer, então, Fernandinho, que enquanto era refém dos grandes anunciantes estava tudo bem, mas quando decidem pulverizar a publicidade, reduzindo inserções nos grandes conglomerados midiáticos, está comprando os demais veículos?

Este raciocínio é risível!

A verdade é que o comprometimento (até o pescoço) de parte da mídia corporativa brasileira, que lhe rendeu o apelido engraçado de PIG (Partido da Imprensa Golpista), fez com que o governo, e Lula, fossem procurar difundir as obras do governo do PT em outros terreiros, aqueles que se comprometem exclusivamente com a verdade dos fatos, e não maquiam manchetes, elaboram frases de efeito e só pensam em manchar a imagem que este governo alcançou.

Veículos como a FSP, Estadão, Rede Globo, Correio Braziliense, Época, Veja, e outros, adotaram comportamento tão baixo que muitos de seus leitores optaram por buscar informações na internet. Sabe-se, por exemplo, que ao publicar o editorial da Folha intitulado A DITABRANDA, mais de 2 mil assinaturas foram canceladas em um só dia!

O significado desse gesto por parte dos assinantes é bastante simbólico, e deveria servir de lição aos editores do jornal(eco) da Barão de Limeira.

Fernandinho mente. Ele é tão canalha quanto sua frase de encerramento do artigo. Olhem isso:

Essa mídia de cabresto que se consolidou no segundo mandato ajuda a entender e a difundir a popularidade do presidente. E talvez explique, no novo mundo virtual, o governismo subalterno de certos blogs que o lulismo pariu por aí.

Quer dizer que Lula "comprou" sua popularidade espetacular através da divulgação em blogs e mídias menores?
Isso é piada?
A insinuação é parte da campanha para desmoralizar o PT ou é apenas falta de caráter?

O blog SANDÁLIAS DO PIRATA sente orgulho em fazer parte da blogfera parida pelo lulismo, e continuará a buscar informações que possam interessar a seus leitores.
O único compromisso deste blog é com a verdade. Não recebo dinheiro de ninguém, muito menos do governo ou do PT, para elogiar o que é bom.

Uso este instrumento democrático, nas horas vagas, pelo simples prazer de expressar aquilo que acredito ser proveitoso e construtivo para o país que espero para meus filhos. Nada mais.

Muito diferente dos jornalista(zinho)s que se acham inteligentes mas não passam de marionetes.

Fernando Barros e Silva é um MANÉ!

Deve resignar-se a sua posição medíocre de interlocutor dos interesses dos Frias.

Saiba, Mané, que sua pena maldosa é que está arrastando sua (e de seus patrões) credibilidade para o esgoto, onde vivem os ratos presos a seus rabos.

***