7 de mai de 2009

Dez mil velas

***
A noite de Brasilia foi iluminada, ontem, por velas.

O Movimento "Fora Gilmar" reuniu milhares de pessoas que, através de cada vela acesa, pediam a saída do Ministro Presidente do Supremo Tribunal Federal.

Segundo o blog de Leandro Fortes, os carros que passavam buzinaram e pessoas desciam dos ônibus para prestar solidariedade.

Uma manifestação digna, feita por pessoas comuns, dirigida a um magistrado que provou não ter capacidade de presidir a Corte Suprema do Brasil.

Seus próprios pares já entendem que o Ministro Gilmar Mendes não está apto a exercer o cargo. Ao ser acusado pelo colega, Dr. Joaquim Barbosa, de estar destruindo o Judiciário, a posição de Gilmar Mendes passou a ser insustentável.

A luz refletida pelas 10.000 velas são o símbolo de sua queda inevitável.

O Ministro estava em seu gabinete, ontem à noite, enquanto a manifestação acontecia na Praça dos Três Poderes.

Mandou cercar a àrea do STF para evitar a aproximação do povo. Usou a desculpa de proteção a um evento que acontecia no Supremo.

O Ministro viu a manfestação.

Viu as velas e suas luzes.

Viu as pessoas carregando faixas e gritando palavras de ordem.

Ouviu tudo, acreditando estar protegido. Permaneceu encastelado.

Gilmar Mendes não saiu à rua.

Joaquim Barbosa tinha razão.

***

Nenhum comentário: