4 de mai de 2009

As mentiras do Coroné.

***
O Governador do estado mais rico do país, Coroné José Serra, vem espalhando uma mentira.
Gaba-se, utilizando imprensa mais comprometida do planeta, de ter reduzido a violência no estado de São Paulo.
.
É um cara-de-pau.
.
Dados da Secretaria de Segurança Pública de SP mostram o aumento assustador dos números da violência contra a pessoa, como se pode verificar no gráfico abaixo.
.
Comparando os dados do primeiro trimestre de 2008 com os do primeiro trimestre de 2009, percebe-se claramente um aumento considerável em alguns crimes, como por exemplo, estupro e roubo de veículos, com crescimento de mais de 33%.

É verdade que a comparação com dados do último trimestre de 2008 revelam decréscimo em homicídios e em vítimas fatais deste tipo de crime. Mas parece ser apenas uma diminuição sazonal, já que todos os outros tipos de crime aumentaram.

O Coroné gosta de dizer que sua marca administrativa é a diminuição dos índices de violência. Agora, diante do inegável, prefere dizer que a culpa é da crise e do aumento do desemprego. Mas como, Coroné, se você sempre disse que sua polícia era eficiente?

Vou reproduzir, abaixo, uma frase de Gilberto Dimenstein, de sua pensata de 01/05/2009, publicado na Folha Online, para não dizerem que fico pegando no pé do Coroné:

"Se não mudar rapidamente esses números, Serra deixará o governo, arranhando uma das maiores conquistas sociais não só de São Paulo, mas também do Brasil --a redução da violência. E será não por uma questão econômica, mas de gestão."
***

Nenhum comentário: