12 de mai de 2009

Rio Grande: o desmanche II

***

Confesso que não estava entendendo as razões que levaram a revista Veja a publicar as denúncias contra a Governadora Yeda Crusius.
Ingenuidade, a minha.

Hoje leio no UOL que o partido da governadora pretende "rifar" Yeda para apoiar o peemedebista José Fogaça.
O portal diz:

"O eventual apoio ao prefeito teria o apoio do grupo ligado ao governador de São Paulo, José Serra, e atenderia ainda a outro objetivo do PSDB, que é o de formar alianças regionais com o PMDB para fortalecer seu candidato à Presidência nos Estados e diminuir o palanque governista, mesmo na hipótese de uma aliança formal nacional entre PT e PMDB. "

Pronto.
Já entendi.

***

Um comentário:

Lúcia disse...

Além disso, as denúncias diárias do governo Yeda estava sangrando o PSDB, então o Moto Serra preferiu um tiro de misericórdia. As aquisições de milhares de assinaturas da Abril tinham um objetivo claro!