16 de mai de 2009

A NOVA POUPANÇA

***

A pedido de meus amigos do Blog BRASIL MOBILIZADO, postei lá sobre o assunto caderneta de Poupança.

Trechos:

Alcançamos uma situação econômica que nos coloca numa posição sólida e estável; inflação sob controle, crescimento positivo e constante (apesar da crise internacional, manteremos o PIB ascendente, devido às políticas da equipe econômica do governo Lula), juros em queda e distribuição de renda como nunca se fez na história recente do Brasil.
...
A tradicional Caderneta de Poupança, tema desta postagem, é parte fundamental da nova ordem econômica que atingimos. Criada com a finalidade de financiar a “casa própria” da classe trabalhadora, sempre serviu ao pequeno poupador – assalariado, pequeno empresário, aposentados – como instrumento de reserva de capital com garantia total de liquidez.
...
(...)diante da redução das taxas de remuneração, os investidores passaram a enxergar a boa e velha Caderneta de Poupança como fonte de investimento de maior retorno.

Estou falando dos 6% ao ano da poupança frente a uma SELIC de 9%.
Isso provoca uma distorção.

Se os investidores migrarem para a poupança, os bancos perderão recursos para empréstimo e financiamento.

Quem quiser ler o post integral, clique aqui.

***

Nenhum comentário: