31 de jul de 2009

A filosofia da Veja.

***
Uma pérola do mais famoso filósofo da Revista Veja, Reinaldo não sei de quê, foi colocada em seu blog.
Está inaugurada a concorrência entre quem mais diz bobagem a mando de Civita, o capo da Abril.



"Por que não, então, um gay para suceder Lula? Branco ou preto? Esperem! Vamos fazer logo um “combo” de minorias. A candidata poderia ser mulher, negra e lésbica. E acho que a gente deve acumular experiências, incorporando qualidades de minorias passadas. Poderia ser mulher, negra, lésbica, meio analfabeta e eventualmente sem dedo. O “eneadactalismo” passaria a ser uma exigência para chegar ao topo.
Estou sendo cínico? Irônico? Sarcástico? É mesmo? Querem que eu leve a sério a política como reparação? Que dê corda a profissionais de causas, que decidem ocupar o lugar retórico das minorias? Não posso."

Honestamente, duvido até que seus leitores o levam a sério!

Que foi isto, um surto de filosofia? Ou o autor da frase acima andou lendo o outro palhaço da Veja, o filho de Enio Mainardi, e se contaminou?

Este cidadão dá pena. De verdade! Já foi melhor do que isso!

Faço um apelo aos seus amigos e familiares: não destranquem mais a jaula!

Obs - Lupanar, segundo Houaiss: substantivo masculino; bordel, casa de facilitação; puteiro; casa da alcoviteira. Prostíbulo.
***

24 de jul de 2009

Fica, Zé!

***
Essa tal crise no Senado já está começando a ficar tediosa.
Aliás, de crise, mas crise de verdade, tem muito pouca coisa. Tem o mesmo peso, na vida nacional, que estão querendo dar à gripe suína.
Muito se fala, pouco se esclarece.

Leio os noticiários e vejo que o grande causador dos grandes males deste grande país, tem nome. E tem bigode.
Vejo e ouço pessoas indignadas, não com o bigode - que é bem tratado - mas com seu dono. Fico pensando quantas pessoas se utilizam de sua influência para conseguir algo em troca. Não falo só de influência política, que é a parte mais em evidência na mídia. Qualquer poder, por menor que seja, faz com que o dono se beneficie. Até nas menores coisas. Quem já não ouviu falar em pessoas que subornam um policial de trânsito para não levar multa ...


A bola da vez, agora, tem nome. E bigode. Em passado recente, com a finalidade de impedir que a filha do dono do bigode fosse candidata (da direita) a Presidência da República, a própria direita tratou de produzir um "escândalo" fulminando a tal candidatura. E a filha nem bigode tinha!
Questão de meses atrás, soube-se que a filha de outro ex-Presidente da República, hoje crítico de Lula, era funcionária fantasma no gabinete de um certo senador sem bigodes, mas com uma boca de fazer inveja! O salário (nada fantasma) era de 7 mil reais. E o senador é do PFL.


Tem, ainda o caso de um abestalhado que foi a Paris - très chique!! - com despesa paga pelo vilão-mor do Senado Federal, um certo Agaciel não sei de quê. Disse que devolveu o dinheiro com a restituição do Imposto de Renda, mas um blog de amigos do Presidente Lula fuçou no site da Receita Federal e, com o CPF do cidadão descobriu que ele não teve restituição nenhuma nos últimos anos!
O engraçado é que o abestalhado ainda acusou os donos do blog de quebra de sigilo ... só por brincadeira, eu mesmo fui no site da Receita e tirei os extratos de restituição do senador. Os amigos do Presidente Lula, ao pegarem o flagrante da mentira, carimbaram a testa do senador. Que nem bigode possui! O abestalhado!

Então começo a pensar.
Será perseguição contra quem tem bigodes?
Existe uma razão muito clara em torno da "crise do Senado". O cinismo de alguns políticos - incluídos, aí, todos os partidos - é fartamente ecoado pela midia mais comprometida do planeta. A razão é tão simples que parece coisa de criança: se cai o bigode, quem assume é um pássaro de bico grande e penas coloridas!
Alguém decidiu - e aposto que a decisão partiu de alguém sem bigodes! - que é a vez do Presidente do Senado cair. Atiram flechas de todos os lados sobre o mesmo alvo. Mas o alvo resiste. O alvo sabe que em breve nova "crise" surgirá, e não vai desistir. As flechas passam a ser disparadas contra os familiares, para que o pressionem. É um homem de certa idade e, com o tempo, vamos enfraquecendo ...
Mas, oras, cadê os outros?
Porque acusam apenas os que tem bigode?
Será que estas manifestações de fingidas virtudes do PFL e do PSDB, tem o propósito de erradicar todos os males tupiniquins?

Vão ser hipócritas assim lá na casa do ...
***
Em tempo: uso bigode há mais de 30 anos e não pretendo tirá-lo nos próximos 30!
***

17 de jul de 2009

Mais um recorde de reservas cambiais.

***
O Banco Central do Brasil (BC) divulgou, nesta sexta-feira, o valor acumulado de reservas cambiais em moeda estrangeira. O valor é recorde: mais de 209 bilhões de dólares!
Durante a crise internacional, o governo Lula foi obrigado a vender moeda estrangeira para conter a alta do dolar que, diante das incertezas dos mercados, subia vertiginosamente. A quantidade de reserva caiu abaixo dos US$ 200 bi mas, de acordo à política econômica brasileira, o BC voltou a comprar dolares assim que a moeda se estabilizou.

Hoje, somos um país credor.

Temos dinheiro suficiente para pagar todas as dívidas, públicas e privadas, ainda restando confortáveis 30 bilhões de dólares "em caixa".

Este acúmulo, nunca feito antes na história do Brasil, nos dá a possibilidade de intervir nos mercados sempre que for necessário; comprando ou vendendo, a depender da situação e do movimento financeiro internacional.


Entretanto, o Ministério da Economia acredita que 200 bilhões de dólares ainda é pouco.

Segundo estudos, a meta é alcançar a impressionante cifra de 300 bilhões de dólares, num futuro próximo. Para isso, a política monetária do governo do PT está sendo levada muito a sério, diferente dos governos anteriores.

No gráfico ao lado vê-se a diferença do acúmulo do governo do PT em relação ao governo tucano.

Em pouco mais de seis anos, multiplicamos por dez a quantidade de reservas cambiais.

Sem mágica. Sem grandes sacrifícios. Mas com seriedade.
Apesar de serem contabilizadas em dólares, as reservas cambiais são constituídas de diversos ativos. Um bilhão de dólares está guardado em ouro; mais de 190 bi estão aplicados no mercado financeiro internacional - títulos do governo americano e FMI, entre outros.
É importante lembrar que muito se falou - e se fala - a respeito dos gastos correntes do governo Lula. Já o chamaram de irresponsável e de ter aparelhado o Estado, etc, etc. Mas o que se percebe é que a economia foi levada à sério e os investimentos sociais, orgulho do PT, foram muito bem gastos.
As provas da eficiência do governo do PT está diante de todos.
Os que querem, enxergam com nitidez e clareza os resultados alcançados pelo presidente-operário mais popular do Brasil. Os que não querem ver, e preferem choramingar, também estão se beneficiando do desenvolvimento do Brasil.
Em breve, quando a riqueza for melhor distribuida, lembraremos quem foi o partido que deu o pontapé inicial rumo ao futuro!
***

16 de jul de 2009

ATOS SECRETOS E CONSTITUIÇÃO CIDADÃ


O diretor-geral da Imprensa Nacional, jornalista Fernando Tolentino de Sousa Vieira, emitiu nota comentando a inconstitucionalidade dos atos secretos do Senado Federal.
A Constituição Federal Brasileira de 1988 foi chamada de Constituição Cidadã por Ulisses Guimarães por premiar a sociedade brasileira com a transparência exigida a um país democrático.
Esta transparência parece ter sido esquecida pelos diversos presidentes do Senado ao editarem atos que apenas eles, os senadores, tinham conhecimento.
Leia a íntegra da nota do diretor-geral.
Todos os atos do governo devem, obrigatoriamente, ser publicados no Diário Oficial da União - DOU. Essa ferramenta é a que comunica, de forma homogênea, a toda a sociedade brasileira sobre as ações do governo. Uma lei promulgada pelo Presidente da República só tem validade quando publicada no DOU, e isto é uma importante conquista do povo brasileiro.
O que os senadores, guardiões da Constituição Cidadã, fizeram ao longo destes últimos anos foi rasgar a Carta Magna. "Coisa feia! Justamente ali, onde seus membros constituíram o congresso constituinte" como disse Fernando Tolentino de Sousa Vieira.
Qualquer ato, de qualquer instância de governo, só tem validade quando for do conhecimento de todos. Caso contrário, não terá efeito. Por esta razão, o Ministério Público Federal - MPF - recomendou ao Senado que todos os atos sejam publicados no DOU, e, à partir de 02 de julho esta providência já foi tomada.
A nós, resta o poder de fiscalizar cada homem público eleito para nos representar. E, sobretudo, ter em mente que de nada vale um voto para prefeito, governador ou Presidente da República se, no modelo atual, ele não estiver representado nas câmaras legislativas, e se a base política que o sustenta não estiver aliada a seu programa. Caso contrário, vereadores, deputados e senadores utilizarão seus cargos, imunidades e influências em benefício próprio.
Depende de nós.
***

Cruzes, Yeda!

***

8 horas da manhã de hoje, bairro Vila Jardim, em frente à luxuosa casa da governadora do Rio Grande do Sul.
Um protesto organizado pelo Fórum dos Servidores Públicos Estaduais reúne dezenas de manifestantes que pedem o impeachment de Yeda Rorato Crusius, do PSDB.
Uma réplica da escola de lata foi o modo que encontraram para protestar contra a política educacional do RS. Lá, alunos frequentam latas de aula.


Com palavras de ordem, pessoas pedem o afastamento imediato da governadora acusada de corrupção por seu próprio vice-governador.

Existem provas concretas do desvio de dinheiro do DETRAN do Rio Grande.
Uma gravação entre um assessor de Yeda e um empresário comprovam as fraudes.
A Brigada Militar é acionada. Entram em confronto. O saldo é de 6 pessoas presas, inclusive a vereadora do PSOL, Fernanda Melchionna e a presidente do sindicato dos professores do RS, Rejane de Oliveira.



Em nota, o sindicato se manifesta:
"a governadora não tem mais legitimidade para ocupar o posto e deve ser imediatamente afastada".
"Acuada por indiciamentos de dois dos seus secretários pela Polícia Federal gaúcha, por corrupção e cada vez mais desacreditada nas pesquisas de opinião, a governadora Yeda Crusius tem evitado aparições públicas, mas não consegue evitar o desgaste de sua administração", diz a nota.





O destempero da governadora é registrado pela imprensa presente no local, diante da mansão.
Usa o argumento de que seus netinhos não puderam ir à escola para fazer provas, e agride verbalmente os manifestantes.
Acusa os professores de "torturadores de crianças" e se orgulha de exibir um cartaz feito às pressas com suas ofensas.

O caso do Rio Grande do Sul é grave.
Leia postagem anterior. Rio Grande: O desmanche I (*)
A governadora dizer que o protesto é “orquestrado” e que os manifestantes “são pagos” não muda em nada sua situação; a cada dia que passa fica ainda pior. É insustentável.
Arrastar o governo até as eleições do ano de 2010 em nada adianta. Sua credibilidade, enquanto pessoa pública, eleita por maioria dos gaúchos, está se esvaindo diante das óbvias mostras de sua incompetência em lidar com situações críticas.
Sua administração já comprovou ser um desastre.
O povo gaúcho sabe que está pagando muito caro pela incapacidade administrativa e política de Yeda Crusius, que insiste em permanecer no cargo, pelo visto, até apodrecer politicamente.
As imagens falam tudo. A imprensa mais comprometida do planeta, quase nada.
Parece que o Rio Grande do Sul não existe nos telejornais brasileiros. Nada se comenta; pelo contrário, tudo está sendo jogado para debaixo do tapete, já que o partido político a qual ela pertence, o PSDB, é o preferido da midia.
Em breve, novas manisfestações irão colocar Yeda contra a parede, até que se esclareça a verdade no caso do DETRAN. Enquanto isso, cara feia e cartazes mal criados não irão intimidar o povo riograndense!
(*) Esclarecimento: Na postagem citada, de 12 de Maio de 2009, as informações eram de que o senador Pedro Simon (PMDB-RS) mantinha uma postura independente diante do episódio DETRAN, apesar de ter apoiado o governo tucano no início.
O que se nota, agora, é o silêncio do senador Simon em relação aos escândalos que envolvem a governadora de seu estado. A postura ética do senador parece não funcionar em sua terra natal. Em seus últimos pronunciamentos exigiu a renúncia do presidente do senado, José Sarney, mas não disse uma palavra sequer à respeito de Yeda Crusius.
***

15 de jul de 2009

BLOG DO PLANALTO.

***
A Secretaria de Imprensa da Presidência da República apresentou, esta semana, o projeto do BLOG DO PLANALTO, que deverá ser lançado ainda neste mês de julho.
Uma fonte, que pediu anonimato, presente no evento, disse que o governo percebeu o fenômeno da blogsfera, e decidiu abrir mais um canal de comunicação com a população em geral, principalmente, os internautas.
A fonte, que darei o nome fictício de Mafalda, disse que o objetivo da implantação desta nova ferramenta é "informar, explicar e contextualizar ações, decisões e mensagens do Governo Federal, com a agilidade e a linguagem apropriadas aos meios digitais."

Imagem do rascunho do Blog do Planalto

Mafalda ainda disse que a idéia do Planalto não é criar uma disputa com a imprensa; o secretário Nelson Breve afirmou que pretendem se manifestar no caso de noticias falsas ou tendenciosas, aquilo que chamou de "mau jornalismo". Ao ser indagado se teria alguma relação com o blog da Petrobras, o secretário disse que aquele foi criado num outro contexto.
Num primeiro momento, o BLOG DO PLANALTO não será aberto para comentários de internautas, mas poderá haver uma interatividade indireta, ou seja, aquilo que for escrito nos blogs espalhados pela internet será analisado pela assessoria do Planalto que poderá, caso achem necessário, comentar e responder.
Outra coisa interesante que ouvi de Mafalda foi que a Presidência não acredita que as redes sociais podem substituir a imprensa, de modo geral; a SECOM - Secretaria de Comunicação - fez uma pesquisa (12 mil entrevistas) para saber quais os meios que o brasileiro utiliza para obter informação, e descobriu que um deles, de maneira crescente, é através de blogs. Esta mesma pesquisa é feita pelos veículos de comunicação tradicionais, mas seus resultados são ocultados, pois o medo da imprensa mais comprometida do planeta é que sua audiência se qualifique e, em consquência, comece a descobrir as mentiras e falcatruas desta midia.
A "cara" do Blog ainda não foi definida.
A imagem mostrada acima é um dos três modelos em estudo, e deverá sofrer alterações.
Em breve, teremos mais um canal disponível para as pessoas comuns acessarem informações direto da fonte, com a devida publicidade que o BLOG DO PLANALTO merece.
É o início de uma nova etapa na comunicação. Se aproxima o momento de mostrar que a imprensa brasileira esconde, mente, difama e falsifica. Tudo em nome de seus interesses privados inconfessáveis.

***

10 de jul de 2009

O Coroné Zé Serra e a Mortadela.

***


Ou: O MARQUETEIRO-CORONÉ
Muito se tem lido ultimamente à respeito de certos candidatos a candidato à Presidência da República. O caso mais notável é o do Coroné Zé Serra.

Seria normal que a imprensa cobrisse a agenda de cada um dos proponentes ao Palácio do Planalto. No mundo todo é assim. Não só na política; as pessoas em evidência chamam a atenção dos jornalistas que costumam reportar tudo o que fazem.

Com o Coroné Zé Serra não acontece assim.
A midia mais comprometida do planeta faz de conta que ele só existe nos eventos que lhe rendem homenagens. Como no caso do prêmio fajuto que ele recebeu na Suiça por serviços prestados na área da saúde. Prêmio, aliás, esquisito demais, oferecido por uma ONG cuja dona é brasileira. Mas deixemos isso prá lá. Este fato se deve ao excelente trabalho de marketing do governador paulista, que mantém seu curral eleitoral cativo e distante das manchetes negativas dos jornais. Ao passar desapercebido, deixa que a imprensa ataque os demais candidatos, enquanto sua imagem permanece impoluta.


Esta estratégia de comunicação é inédita.

A publicidade, de forma geral, acredita que mostrar as qualidades do produto é essencial para que se venda. Mas desde que o produto tenha qualidades!
Por exemplo, a MORTADELA.



A empresa que desejar vender este embutido deverá salientar o sabor e o aroma que se pode apreciar ao degustar a iguaria.


Sem propaganda não se vende mortadela. Por mais que os apelos da tradição nos levem a consumir o produto, na hora da compra, se ele não está presente em nossa memória, acabamos levando presunto.


O filósofo Emir Sader escreveu que um conhecido publicitário brasileiro disse, com toda sinceridade, que a publicidade não tem ética. E não deve ter mesmo. Pelo menos, no Brasil.
A construção da imagem de um homem público passa, obrigatoriamente, pelos atos deste homem. Com o Coroné Zé Serra, os atos parecem não existir. A mídia o esconde e protege.
Foi assim no caso do confronto das polícias civil e militar, no ano passado; no caso do sequestro e assassinato de Eloá Quadros pela polícia mal comandada de São Paulo; nos confrontos dos professores da Universidade de São Paulo; na compra de material didático com pornografia, distribuido nas escolas estaduais; na mentira de que, quando Ministro da Saúde de FHC, foi quem lançou os genéricos; no escândalo da redução de impostos estaduais para compra de iates e lanchas; na utilização do rolo compressor político para impedir a instalação de dúzias de CPI's na Assembléia Legislativa de São Paulo; no caso do diploma fajuto de economista ...
Se, diante de um balcão de frios, você cogitar comprar 100g de mortadela, e ela estiver visivelmente estragada, nem que o funcionário a corte bem fininha, dando um aspecto de frescor, você vai preferir outra coisa.
A mortadela estragada deve ser escondida, e só servida para enganar os que, cegamente, a compram?
É o tipo de falta de ética publicitária que produz dor de barriga!
O Sandálias do Pirata recomenda que se verifique a data de validade e a procedência dos produtos que pretendemos consumir. A qualquer sinal de engodo, recuse.
Não se deixe enganar pelo marketing da mortadela e da opinião.
Advertência: manipulação da informação faz mal à saúde!

***

9 de jul de 2009

EUA PEDEM AJUDA A LULA

***

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pediu ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva que use sua influência para tentar convencer o Irã a abandonar o seu programa nuclear.
Com esta frase, hoje, sob o título da imagem ao lado, o site UOL NOTÍCIAS comunicou o pedido do Presidente dos EUA no dia seguinte à reunião com membros do G-5.
O objetivo de Obama é pressionar o Irã a rever sua estratégia nuclear, e conta com o colega brasileiro nesta tarefa.

A importância do Brasil no cenário externo é cada vez maior. O Presidente Lula, através de seu carisma, está conquistando definitivamente a imagem de estadista. Cada vez mais o Brasil está se consolidando no cenário externo como um país a ser respeitado; nossa voz está sendo ouvida no mundo inteiro, por todas as lideranças políticas estrangeiras.
Isto se deve exclusivamente ao presidente Lula.
Desde que assumiu, sua meta era inserir o Brasil na economia mundial. Relegou ao segundo plano a idéia da ALCA - defendida por FHC como o caminho para o desenvolvimento - para unir forças entre os países emergentes. Deu certo.
O atual estágio dos emergentes - Brasil, Russia, India, China e México - diante do comércio exterior está absolutamente consolidado. Alcançamos o mundo através de nossos mercados internos, e estamos sendo reconhecidos como parceiros importantes. Este status nos dá a possibilidade de negociar - e exigir - com nossos parceiros com muito mais força.
Estamos plantando nosso futuro pelas mãos de um Presidente operário.
Estamos sendo respeitados por nossa condição política e econômica, definitivamente.
Mesmo diante das evidências de uma revolução pacífica em curso no terceiro mundo, somos desrespeitados dentro de nosso próprio país. A oposição ataca o Presidente Lula da forma mais vil que existe. Com mentiras e chantagens. Parte da mídia, a corporativa, a mais comprometida do planeta, o persegue da forma mais covarde e insana. Com mentiras e calúnias.
Mas o progresso se aproxima e, junto, a distribuição da renda e da riqueza brasileira.
O tempo de concentração de recursos está acabando; o povo que trabalha está atingindo o bem estar e a igualdade. Entre nós, o Brasil está caminhando na direção do progresso!
Ainda há muito a ser feito, é claro. Mas os primeiros passos foram dados. Goste a oposição e a midia, ou não. O simples gesto do Presidente Obama, ao pedir que Lula use sua influência num assunto tão delicado, é o sinal dos novos tempos.

Mr. Obama: take it easy ... the man will help you!

***

7 de jul de 2009

O Presidente responde, e a midia chia!

***

À partir de hoje, o Presidente Luis Inácio Lula da Silva vai publicar a coluna O Presidente Responde em 94 jornais, de 22 Estados brasileiros. (clique aqui para ver a lista de todos os jornais)
Jornais de todos os cantos do país se inscreveram para receber a coluna, que contém respostas do Presidente a perguntas feitas por leitores.


Alguns jornalistas da imprensa corporativa, entretanto, ao invés de elogiarem a atitude do governo, criticam.
Reclamam que Lula já tem espaço suficiente, que aparece todos os dias nos jornais, que cada comentário seu repercute na mídia, blá-blá-blá ...
O objetivo do Planalto é "prestar contas". Nada mais que isso. Ao se dispor a responder perguntas relacionadas a política de governo, abre mais um canal de comunicação pública.
A assessoria de imprensa de Lula sabe que ele não pode ser refém da midia mais comprometida do planeta. Porisso abriu linhas diretas com o público, seja através de jornais impressos, seja através de programa de rádio, ou pela internet, como no caso do blog da Petrobrás.
A evolução tecnológica, que permite que se atualizem matérias em tempo real, empregada na comunicação do setor público com a sociedade, incomoda os formadores de opinião . Preferem manter o monopólio da informação; querem a exclusividade.
Mas nota-se que o governo está atento. Aparentemente, não aceitará mais ser manipulado, principalmente às vésperas da eleição presidencial.
***

5 de jul de 2009

DILMA: A FICHA É FALSA!

***
Semana passada a Ministra Dilma Rousseff enviou para o ombudsman da Folha provas de que “sua” ficha do DOPS era falsa, segundo três peritos por ela contratados. A ficha que o jornal publicou como sendo de uma terrorista, na primeira página. Leia postagem deste blog à respeito.
O jornal escreveu matéria colocando em dúvida o material enviado pela Ministra Dilma, tentando desqualificar o laudo dos peritos, mas nunca conseguiu provar a autenticidade da “ficha”. Leia aqui o que foi publicado em 28/06/2009.
Enviei no mesmo dia 28/06 e-mail ao ombudsman da Folha, Carlos Eduardo Lins e Silva ombudsman@uol.com.br, criticando a matéria tendenciosa da editoria de política. No ponto de vista deste blog, a resposta infantil não satisfaz a opinião pública, uma vez que usa argumentos deliberadamente mentirosos; assume, em parte, o erro justificando que publicou na coluna erramos que não checou a fonte.
No dia 30 de junho, o ombudsman respondeu meu e-mail. Textualmente, diz:
Minha posição sobre o assunto é pública e clara: acho que o jornal deve revelar ao leitor a identidade da fonte que originou o erro e constituir comissão independente para investigar quais foram as falhas no processo interno que possibilitaram a ocorrência desse erro, divulgando suas conclusões ao final dos trabalhos.
No corpo da mensagem, colou matérias suas publicadas na coluna semanal do jornal, todas elas criticando a atuação da Folha. Condena a postura da Folha ao afirmar não terem como provar a autenticidade do documento reproduzido como verdadeiro. A certa altura diz:
O jornal não tem como provar que a ficha policial de Dilma na época (...) é autêntica. (...)Os mecanismos de controle da autenticidade de informações do jornal precisam de reforço. A internet, onde a ficha circula há meses, é fértil para fraudes. (...) O custo pode ser altíssimo. Para ele, o público e as pessoas envolvidas.

Reprodução da mentira da Folha

Na edição de hoje, domingo, 05 de julho, o ombudsman volta a escrever, em sua coluna, à respeito do erro da ficha. Volta a insistir que o jornal deve identificar sua fonte e critica os termos tortuosos que a Folha se utiliza para justificar seu erro.
O jornalista afirma ter recebido de leitores material convincente para detectar a fraude da “ficha”. Um deles diz que a falsificação é tão grosseira que qualquer técnico do departamento de arte do jornal poderia descobrir indícios de fraude em cinco minutos.

Como se vê, o próprio ombudsman reclama do tratamento mentiroso dado à Ministra Dilma. Pede retratação, mas sabe que nunca acontecerá.
Este blog tem certeza que os interesses dos proprietários do jornal são escusos ao pretenderem desqualificar um importante ator do cenário político eleitoral. A própria Folha publicou pesquisas de intenção de voto onde a Ministra Dilma aparece em franco crescimento e, porisso, produz manchetes de primeira página que certamente serão usadas em propaganda eleitoral de seu candidato preferido,o Coroné de São Paulo, Zé Serra.
Já existem movimentos independentes que estão preparando representações judiciais contra as atitudes tendenciosas da mídia mais comprometida do planeta. Folha, inclusive. As mentiras e armações escandalosas precisam acabar.
A função da imprensa é informar, e não deformar; seus interesses inconfessos não poderão mais ficar impunes. Afinal, a ética que pregam deve partir das redações, e aquilo que eles juram ser verdade, é mentira!

***